Colônia oferece o melhor hotel da Alemanha em 2010 | Conheça os destinos turísticos mais famosos da Alemanha | DW | 24.04.2010
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Turismo

Colônia oferece o melhor hotel da Alemanha em 2010

Localizado em frente à Catedral de Colônia, Hotel Excelsior Ernst foi escolhido "Hotel do Ano 2010" da Alemanha. O gerente Wilhelm Luxem diz que alta qualidade ajudou o hotel construído há 147 anos a superar crise.

default

Suíte no Hotel Excelsior Ernst, em Colônia

O Hotel Excelsior Ernst, em Colônia, leva ao pé da letra a máxima: "aqui, o cliente é rei". E não somente os convidados do Grand Hotel vêm de todas as partes do mundo, ele é internacional até em seu quadro de empregados: italianos, espanhóis, portugueses, franceses e turcos trabalham no luxuoso hotel.

Hotel Excelsior Köln

Wilhelm Luxem: 'Melhor Hôtelier de 2010'

"É algo típico do ramo. A hotelaria é, em princípio, em relação aos postos de trabalho, uma empresa de integração. Para nós, não importa de onde uma pessoa vem, mas o que ela traz consigo, qual sua qualificação", explica o gerente Wilhelm Luxem. É claro que o domínio de línguas estrangeiras e certa compreensão do que significa prestação de serviços são necessários, explica Luxem.

E ele se orgulha com o título de "Hotel do Ano 2010", outorgado pelo Schlummer-Atlas, guia alemão de hotéis. Mas é comedido e estende o reconhecimento a todos os funcionários do estabelecimento. O Schlummer-Atlas não somente escolheu seu estabelecimento como o melhor hotel da Alemanha, mas também nomeou Luxem como o "Melhor Hôtelier de 2010".

Luxo e centro social

Apenas uma rua separa o Excelsior Ernst da Catedral de Colônia: o hotel é considerado um centro social da região da Renânia. Ali se hospedam personalidades, políticos, nomes importantes da economia – a diária de uma suíte vai de 250 a 1850 euros.

Há ainda a opção de se hospedar em apartamento com dois ou três quartos, uma sala com candelabro, fax, TV de satélite e uma boa ducha a vapor. E, naturalmente, um espaçoso closet.

Os hóspedes são exigentes – e sempre o foram, na verdade, desde que o prédio foi construído por Carl Ernst, há 147 anos. Ele foi gastrônomo bem-sucedido da Estação Real de Colônia, como se chamava na época. Segundo Luxem, Ernst não teve o mesmo sucesso no ramo hoteleiro: pouco depois de sua inauguração, o hotel foi vendido a uma família que mantém os negócios até hoje.

Para manter o nível de luxo, os investimentos são constantes. "As instalações precisam ser reformadas constantemente. É preciso oferecer novos serviços. Isso requer sempre muito capital. E os proprietários sempre conseguiram manter esse padrão através de gerações. Por isso estamos bem posicionados", explica Luxem.

Passou bem pela crise

Hotel Excelsior Köln

Restaurante Taku foi escolhido melhor restaurante internacional na Alemanha

Isso também ajudou o hotel a superar tempos difíceis. Embora, em 2009, a crise econômica não tenha passado despercebida no Excelsior Ernst. O número de hóspedes a negócios caiu, mas não houve qualquer impacto, por exemplo, no quadro de empregados.

Nem todos os hotéis de luxo na Alemanha tiveram a mesma sorte. Especialmente nas grandes cidades, e nos hotéis próximos a aeroportos, o número de hóspedes caiu significativamente em comparação com estabelecimentos de categorias inferiores. Em Berlim, muitos funcionários de hotéis luxuosos perderam o emprego.

Funcionários e cozinha

O hotel de cinco estrelas conta com 180 empregados, o que garante um bom padrão de serviços e contribui também para que o Excelsior figure na lista da associação Leading Hotels of the World desde os anos 1960, que engloba os 450 melhores hotéis do mundo.

Outro segredo do Excelsior pode estar na culinária: o restaurante Hanse-Stube oferece pratos originais da culinária francesa com variações regionais. E o segundo restaurante, Taku, oferece um ambiente asiático acolhedor, com especialidades da Malásia, China, Japão e Tailândia.

Na edição 2010 do guia Schlemmer-Atlas, guia de restaurantes da família do Schlummer-Atlas, o Taku foi eleito neste ano o melhor restaurante internacional na Alemanha. Reconhecimento que complementa o título de excelência que o Excelsior Ernst acaba de receber.

Autora: Monika Lohmüller (np)

Revisão: Carlos Albuquerque

Leia mais