1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Colônia faz de tudo para brasileiros se sentirem em casa

A cidade da Renânia do Norte-Vestfália não é somente palco de jogos do Mundial de futebol, mas também serve de quartel-general para a torcida brasileira.

default

Torcida verde-amarela é bem-vinda e se sente à vontade em Colônia

São milhares de "canarinhos" que, saindo de Colônia, partem para as diversas cidades onde a seleção do Brasil se apresenta. Para isso foi montada uma imensa infra-estrutura, com apoio tanto de órgãos brasileiros quanto de alemães.

A representante de uma agência de turismo brasileira na Alemanha, Luiza Sampaio, disse à Deutsche Welle que foram trazidos 120 funcionários brasileiros de sua empresa para receber cinco mil torcedores da seleção pentacampeã em um hotel de Colônia, cujos pacotes turísticos não saem por menos de 6,8 mil euros.

"Há todo um clima, uma simpatia muito grande do povo de Colônia pelo Brasil, tanto que esta cidade promove todo o ano, em novembro, um carnaval", destaca.

Feijão com arroz no cardápio

O esquema organizado pelos dois países também contou com a vinda diretamente do Brasil de profissionais de outras áreas para personalizar o serviço oferecido na cidade renana. Marcos Pereira é um maitre-executivo e veio especialmente do Rio de Janeiro para colaborar com um hotel da cidade.

"Fizemos coisas básicas, como traduzir o cardápio, acrescentar alguns pratos típicos do Brasil, incluindo arroz, feijão e camarão gigante. Trouxemos também caipirinha, batidas com frutas diversas".

A paixão pelo futebol do músico brasileiro e proprietário de um café em Colônia, José Geraldo Datovo, o levou a compor uma canção especialmente para o campeonato mundial, além de reforçar e variar o cardápio de seu negócio para a recepção da torcida brasileira.

Paixão internacional

Mas ele conta que existe uma euforia entre os fãs de outras nacionalidades, interessados em assistir aos jogos ao lado da torcida brasileira.

"Vem muito brasileiro, lógico, mas a maior parte é de alemães que amam o Brasil. Além disso, vem angolanos, portugueses, os latinos de uma forma geral. Mas até agora não apareceu nenhum argentino, mas eles virão também", brinca.

A cidade de Colônia está colorida de verde e amarelo. A principal concentração durante os jogos é no Fan Park, no centro da cidade. E, no domingo (18/06), o local vai estar lotado de torcedores esperando uma melhor atuação da seleção no seu segundo jogo pelo grupo F, contra a Austrália.

Leia mais