Colônia espera bater recorde de torcedores nesta sexta | Fique informado sobre tudo o que acontece na Copa do Mundo | DW | 29.06.2006
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Colônia espera bater recorde de torcedores nesta sexta

O estádio de Colônia não será palco de nenhuma partida da Copa na fase final. Mesmo assim, a cidade espera que a festa dos torcedores continue e prevê número recorde para o jogo da Alemanha contra a Argentina.

default

Brasileiros também fazem festa em Colônia

Colônia espera que a festa dos torcedores não pare, mesmo que não aconteçam mais partidas na cidade. Centenas de milhares de pessoas estão sendo aguardadas para assistir ao jogo da Alemanha contra a Argentina nos telões montados para o público, nesta sexta-feira (30/06).

WM 2006 Zuschauer Köln Rheinufer in Köln am Sonntag den 18 Juni Foto: Francisco Caro

Decoração com motivo de Copa

"Nós vamos viver uma verdadeira onda migratória", afirmou Horst Meyer, encarregado pela Copa na prefeitura. Ele espera que se bata o recorde do número de visitantes na partida pelas quartas-de-final.

Polícia e prefeitura fazem um balanço positivo da Copa em Colônia. "Foi uma festa enorme", diz Meyer, "e a celebração vai continuar", conclui. O chefe de polícia, Klaus Steffenhagen, disse que a forma como as coisas se desenvolveram até o momento serve como "propaganda para o futebol, os torcedores, a cidade e a polícia".

Segurança

WM 2006 Englischer Fan in Köln mit einem Glas Frühkölsch Bilder des Tages

A festa é inesquecível; principalmente no dia seguinte

Até agora, 2,3 milhões de torcedores já fizeram festa em Colônia, enquanto cerca de 200 mil espectadores compareceram, nos estádios, às cinco partidas que aconteceram na cidade.

Tendo em vista o número de pessoas, os incidentes "são menos freqüentes do que no carnaval", segundo Steffenhagen. "Os hooligangs não têm a menor chance aqui", assinalou. Ao todo, foram 137 prisões e 213 casos registrados na polícia, principalmente de roubo de bolsas e carteiras, lesão corporal e distúrbio da ordem pública.

Leia mais