1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Coalizão alemã perde nas intenções de voto

A cinco semanas da eleição do novo Parlamento que vai eleger o governo da Alemanha, três pesquisas de intenção de voto previram maioria para a oposição de centro-direita democrata-cristã. Se a eleição fosse neste domingo (18), CDU e CSU ganhariam 40% dos votos. Seu tradicional aliado, o Partido Liberal, melhorou de posição e conta com 10% dos votos. Em comparação com uma semana atrás, as legendas irmãs perderam 1%, mas mantêm grande vantagem sobre os dois partidos da coalizão de governo.

O social-democrata SPD, presidido pelo chanceler federal, Gerhard Schröder, tem apenas 34% da preferência dos eleitores e seu aliado, Partido Verde, mantém sua posição com 7%.

O neocomunista PDS melhorou sua posição e conta com 5% das intenções de voto, o mínimo para que um partido forme bancada no Parlamento em Berlim. Schröder continua o preferido do eleitorado para a chefia do governo: 52% dos entrevistados disseram que elegeriam ele e só 39% preferem o seu concorrente Edmund Stoiber. Mas eleição do chanceler federal é indireta.