Clubes investem menos para a temporada 2010/11 da Bundesliga | Leia as principais notícias sobre o futebol internacional | DW | 20.08.2010
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Futebol

Clubes investem menos para a temporada 2010/11 da Bundesliga

A Bundesliga conta com estrelas consagradas, como Raúl e Ballack, que volta a disputar a competição. Özil, Khedira e Boateng estão fora dessa temporada. Clubes gastam menos com transferências.

default

Raúl e Ballack são novidades da Bundesliga

A Bundesliga continua sendo um campeonato atraente para os jogadores – tanto para velhas estrelas em fim de carreira como para jovens talentos. O interesse se deve em parte ao bom futebol apresentado pela seleção alemã na Copa do Mundo da África do Sul, mas também ao produto Bundesliga, que conta com uma sólida base econômica e atrai muitos espectadores.

O campeão Bayern de Munique foi um dos menos ativos no mercado de transferências. "Nós não temos mudanças, apenas a volta de Toni Kroos, que estava emprestado ao Bayer Leverkusen", disse o capitão Mark von Bommel. "Fora isso, até agora, não há nada de novo", complementa.

O Bayern não tem mesmo motivos para gastar com novos jogadores. O time é o atual campeão da Bundesliga e da Copa da Alemanha e chegou à final da Liga dos Campeões – perdeu por 2 a 0 para a Inter de Milão.

Além disso, o grupo é composto por estrelas como Franck Ribéry, Arjen Robben, Bastian Schweinsteiger, Philipp Lahm e o artilheiro Thomas Müller. Junto com Kroos, os jogadores Andreas Ottl, Breno (Nürnberg), Edson Braafheid (Celtic Glasgow) e José Ernesto Sosa (Estudiantes de la Plata), que estavam emprestados, voltaram à Munique.

DFB-Pokalfinale Werder Bremen gegen Bayern München

Bayern de Munique é o atual campeão

Schalke com estrela real

Já o Schalke procurou reforços. O atacante Raúl trocou o Real Madrid pelo clube de Gelsenkirchen. "Ele é uma personalidade dentro e fora de campo", ressalta o treinador do Schalke, Felix Magath.

O espanhol de 33 anos estipulou grandes objetivos antes de encerrar a carreira. "Eu agradeço ao Schalke pela confiança. Temos grandes desafios pela frente e espero alcançar os nossos objetivos para este ano", disse Raúl. O maior deles é ser campeão alemão depois de 52 anos de jejum. O Schalke trouxe ainda outro reforço do Real Madrid, o zagueiro Christoph Metzelder.

No total, o clube contratou dez novos jogadores e perdeu 15 para outros times, entre eles Kevin Kuranyi (Dínamo de Moscou), Heiko Westermann (Hamburgo) e Rafinha (Genoa).

Raul wechselt zum FC Schalke 04

Raúl e seu objetivo: títulos pelo Schalke

Özil deixa o Werder

Os torcedores do Werder Bremen estavam esperançosos de que Mesut Özil ficasse, mas o meia foi mesmo para o Real Madrid. O Werder não informou o valor da transferência. Com 17 jogos pela seleção na bagagem, o habilidoso jogador havia sido relacionado entre os dez melhores jogadores da Copa da África.

O Bremen trouxe para o time o jogador austríaco Marko Arnautovic, comprado do Twente Enschede por 6,5 milhões de euros e que estava emprestado à Inter de Milão. "Eu quero vencer a Liga dos Campeões, a Copa da Alemanha e o Campeonato Alemão", disse o jogador, que não se mostrou muito modesto com suas ambições para esta temporada.

O atacante de 21 anos é considerado temperamental. O diretor esportivo do clube, Klaus Allofs, não escondeu essa imagem. "Eu acho que Marko não seria o mais indicado para o serviço diplomático", disse.

Ballack chega, Khedira vai

O Bayer Leverkusen apresentou um velho conhecido: Michael Ballack, que já esteve a serviço do time de 1999 a 2002. Aos 33 anos de idade, o alemão quer finalmente ganhar um título com o Leverkusen.

"A equipe tem muito potencial. Isso foi o mais importante na minha decisão, pois aqui tenho uma oportunidade de poder disputar o título nacional e também poder jogar no cenário internacional", afirmou Ballack, que não disputou a Copa do Mundo devido à uma lesão.

Screenshot Real Madrid

Os torcedores do Werder se despediram de Özil

O Stuttgart perdeu o meia Sami Khedira para o Real Madrid. Segundo especulações, a troca custou 14 milhões de euros aos espanhóis. Khedira disse que tomou a decisão após uma conversa com o técnico José Mourinho, "Num time como esse, com um treinador como esse, eu não poderia recusar essa proposta", disse jogador de 23 anos, revelação alemã também surgida na Copa da África do Sul.

O novo diretor esportivo do Stuttgart, Fredi Bobic, avaliou a transferência de Khedira como positiva. "Há coisas piores que perder um jogador para o Real Madrid. Isso significa, afinal, que estamos fazendo um bom trabalho", analisa.

E o Dzeko?

No Wolfsburg, a situação do atacante Edin Dzeko ainda está indefinida. O artilheiro da temporada passada quer deixar o time, porém ainda não achou outra equipe. O bósnio foi sondado pelo Bayern de Munique, mas o gerente do Wolfsburg, Dieter Hoeness, recusou a transação.

Edin Dzeko

Edin Dzeko a procura de um time para se tranferir

O Wolfsburg fez a transferência mais cara da Bundesliga, com a compra do passe do dinamarquês, Simon Kjaer, do Palermo por 12 milhões de euros.

Já o zagueiro Arne Friedrich trocou o rebaixado Hertha Berlim pelo Wolfsburg. O jogador de 31 anos se mostrou ambicioso em relação a esta temporada. "Eu tive um ano difícil com o Hertha Berlim e uma participação importante no Mundial. Creio que o Wolfsburg é um time com muito mais potencial."

No Hamburgo chegaram reforços. Depois de uma fraca atuação na última temporada, o time conta com Heiko Westermann, que veio transferido do Schalke. Outra das estrelas recém-chegadas ao Hamburgo é o holandês Ruud van Nistelrooy e o goleiro Jaroslav Drobny. Este último deve disputar posição com Frank Rost.

Para Piotr Trochowski, titular da equipe e jogador da seleção alemã, essa disputa é positiva:"Se há disputa pela titularidade, os jogadores precisam trabalhar mais. Isso é muito bom para o time".

Já Jerome Boateng foi para o Manchester City e rendeu 12,5 milhões de euros ao clube alemão. O time de Hamburgo trouxe também o ex-jogador da seleção alemã Gerald Asamoah, que atuava no Schalke. Em Dortmund, o Borussia gastou 4,5 milhões de euros pelo atacante Robert Lewandowski.

Liga econômica

Em geral, a Bundesliga desta temporada mostra-se econômica. Até o momento, os clubes investiram cerca de 87 milhões de euros na aquisição de novos jogadores – 62 milhões a menos que no ano passado. Essa é a tendência do mercado. Cada vez mais os clubes apostam nas suas categorias amadoras e de base – 34 novos jogadores saíram dessas categorias para o time profissional.

Ainda pode haver muita mudança nas próximas semanas, já que o prazo de transferências vai até dia 31 de agosto. A 48° temporada da Bundesliga começa nesta sexta-feira (20/08) com o jogo entre os últimos dois campeões: Bayern de Munique e Wolfsburg.

Autor: Arnulf Boettcher (la)
Revisão: Nádia Pontes

Leia mais