1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Clima violento marca campanha de Trump

Novos protestos em comício do republicano. Presidente Barack Obama pede que pré-candidatos parem com "insultos". Trump é derrotado nas eleições primárias realizadas na capital Washington e no Wyoming.

default

Donald Trump em comício eleitoral em Vandalia, Ohio

O clima na campanha pré-eleitoral de Donald Trump fica cada vez mais acirrado. Na noite de sábado (12/03), um evento na cidade de Kansas City (Missouri) foi interrompido diversas vezes por manifestantes. No final, o bilionário os chamou de "lixo" e ameaçou processar cada um deles, exigindo que fossem imediatamente presos.

Também foram registradas manifestações contra o pré-candidato republicano diante do edifício onde se realizava o evento eleitoral. Houve confrontos esporádicos com a polícia e várias detenções. Segundo o canal de notícias CNN, a situação ficou tão tensa que a polícia utilizou gás lacrimogêneo.

Já na sexta-feira, houvera embates entre manifestantes e apoiadores de Trump antes de um planejado comício na Universidade de Illinois, em Chicago. A situação ficou ainda mais acirrada depois de o pré-candidato republicano cancelar o evento por considerações de segurança.

Na próxima terça-feira, serão realizadas primárias em cinco estados – Illinois, Missouri, Ohio, Flórida e Carolina do Norte. Para os republicanos, os pleitos são cruciais. Caso Trump obtenha vitórias nesses estados, teria uma vantagem quase insuperável para sua nomeação como candidato republicano à Casa Branca em novembro.

As prévias também são decisivas para os demais pré-candidatos republicanos John Kasich, governador de Ohio, e Marco Rubio, senador pela Flórida. Eles precisam vencer em seus estados de origem para continuar na corrida à candidatura republicana.

Em evento no Texas, neste sábado, o presidente americano apelou aos pré-candidatos para abrandar o tom nos seus comícios. Segundo Obama, eles deveriam se concentrar em propostas para melhorar a situação do país em vez de "insultos e bullying entre escolares".

Derrota de Trump

Até agora, o controverso bilionário americano Donald Trump é considerado o principal candidato para concorrer pelos republicanos em novembro. Nas últimas semanas, eel venceu uma eleição após a outra nas prévias realizadas em diversos estados. Mas, aparentemente, sua série de vitórias chegou ao final: nas primárias deste fim de semana, o magnata do setor imobiliário foi derrotado por seus principais adversários.

Neste sábado, o senador republicano Marco Rubio, da Flórida, venceu a votação na capital, Washington D.C., enquanto seu colega texano Ted Cruz ganhou as primárias no estado de Wyoming. Em ambos os estados, Donald Trump obteve apenas o terceiro lugar.

Cruz pôde ainda angariar um delegado em Guam, território americano no Pacífico Ocidental. Entre os democratas, houve somente uma prévia neste sábado, também no Oceano Pacífico.

A pré-candidata Hillary Clinton conseguiu vencer o adversário Bernie Sanders no caucus realizado nas Ilhas Marianas do Norte, onde Clinton obteve quatro votos de delegados, e Sanders, dois. Essa foi a 14ª vitória de Clinton nas primárias para definir a candidatura democrata às eleições presidenciais.

CA/afp/dpa/rtr

Leia mais