1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Eurocopa

Classificação em tempo recorde eleva otimismo na seleção alemã

Equipe comandada por Joachim Löw conquista vaga faltando três jogos para o final das eliminatórias. Técnico deve renovar seu contrato até 2010.

default

Doyle (d) e Metzelder disputam a bola durante o jogo entre Irlanda e Alemanha

A seleção alemã assegurou no último sábado (13/10), com um empate sem gols diante da Irlanda, uma vaga para a Euro 2008, restando três jogos para o final das eliminatórias. Nunca uma seleção alemã havia se classificado com tanta antecedência para um torneio de grande porte. A Alemanha é ainda a primeira equipe a garantir vaga para a competição.

A classificação prematura veio com uma campanha irrepreensível: sete vitórias, dois empates e nenhuma derrota, 31 gols marcados e apenas quatro sofridos. A Alemanha lidera o grupo D, com 23 pontos.

Se forem incluídos os cinco jogos amistosos disputados desde o final da Copa 2006, a seleção alemã sob o comando de Joachim Löw soma 12 vitórias, dois empates e apenas uma derrota. A equipe marcou 44 gols e sofreu apenas oito.

"O futebol alemão e os torcedores podem se orgulhar dessa equipe", afirmou o presidente da Federação Alemã de Futebol (DFB), Theo Zwanziger. Elogios vieram também do "kaiser" Franz Beckenbauer. "A seleção alemã é, na atualidade, a melhor da Europa", avaliou, acrescentando que o time está pronto para conquistar um título.

Löw preferiu destacar os méritos dos jogadores. "Parabéns à equipe pela maneira como assegurou a classificação. Não apenas nos classificamos antecipadamente, como ainda temos uma excelente pontuação e um ótimo saldo de gols", avaliou.

Löw fica até 2010

Com a classificação assegurada, Zwanziger confirmou a intenção da DFB de renovar com Löw ainda antes da partida desta quarta-feira, contra a República Tcheca. "Não há dúvidas de que todos na DFB querem continuar o trabalho com ele. Não há outra alternativa."

Beckenbauer também vê em Löw o principal responsável pelo sucesso da equipe alemã. "Sob o comando dele, a equipe deu mais um grande passo em seu desenvolvimento. Seria bom se ele pudesse continuar. No momento, não há ninguém melhor do que ele."

Segundo o site da revista especializada em esportes Kicker , Zwanziger já teria acertado as bases para a renovação do contrato de Löw com a DFB até a Copa 2010. Ele permaneceria no comando da equipe mesmo em caso de fracasso na Euro 2008.

Concorrência na seleção

Para o jogo contra a República Tcheca, nesta quarta-feira, Löw não contará com o goleiro Jens Lehmann, suspenso após receber um cartão amarelo no jogo contra a Irlanda. Em seu lugar, jogará Timo Hildebrand (Valencia), e para a reserva foi convocado o jovem Robert Enke, do Hannover.

A ausência de um dos principais astros da equipe não chega a ser um problema para o técnico, que conta com várias opções para a posição, como Manuel Neuer (Schalke), René Adler (Bayer Leverkusen) e o próprio Enke.

"A concorrência está aquecida em todas as posições. E ficará ainda mais acirrada no próximo ano, quando estiverem em jogo a convocação para a Euro 2008", avaliou o técnico. O ataque é outra posição na qual há "excesso" de craques, como Klose e Podolski (Bayern de Munique), Kuranyi (Schalke) e Gomez (Stuttgart).

"Os candidatos a uma vaga devem mostrar na Bundesliga e nos campeonatos internacionais que pertencem à seleção nacional", alertou Löw. "O grande perigo para alguns é pensar que, depois da classificação, podem relaxar um pouco."

A abundância de jogadores selecionáveis é ainda mais evidente se for considerado que a classificação foi conquistada mesmo com a ausência de craques como Ballack (Chelsea), Bernd Schneider (Leverkusen) e Klose, três dos principais nomes da seleção alemã. (as)

O jogo entre Alemanha e República Tcheca será exibido no Brasil pela DW-TV, a partir das 21h13 no horário de Brasília. A transmissão não é ao vivo.

Leia mais