Cinemas alemães boicotam ″Os Vingadores″ | Cultura europeia, dos clássicos da arte a novas tendências | DW | 23.04.2015
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Cinemas alemães boicotam "Os Vingadores"

Mais de 600 salas em 93 cidades se recusam a exibir "Era de Ultron", em meio a queda de braço com a Disney sobre porcentagem dos lucros com bilheteria.

O filme Os Vingadores: Era de Ultron, da Disney, estreou nesta quinta-feira (23/04) na Alemanha. Mas os moradores de cidades pequenas – sobretudo as com menos de 50 mil habitantes – que quiserem assisti-lo terão que buscar cinemas de centros urbanos maiores.

Isso porque 686 cinemas de 193 cidades de diversas partes do país estão se recusando a exibir a sequência da série, apesar do grande apelo popular que ela possui. O filme original, lançado em 2012, arrecadou mais de 1,5 bilhão de dólares em bilheteria pelo mundo.

O motivo principal do boicote é a decisão da Disney de aumentar o aluguel do filme de 47,7% para 53% do total da venda de entradas. Além disso, irritou os proprietários de cinemas o fato de a produtora ter cortado verba de auxílio para divulgação e subsídios a óculos 3D.

"Abordar a indústria com essas condições não é apenas incomum, como também um escândalo", afirma Andreas Kramer, presidente da Associação de Cinemas Alemães.

Estima-se que foram gastos 3,4 bilhões de euros para equipar cinemas com sistema de projeção digital na Alemanha. Isso fez as companhias de distribuição economizarem bilhões, já que não têm mais a necessidade de produzir cópias físicas. Porém, argumenta Kramer, elas não deram qualquer tipo de contribuição à modernização das salas.

Não é a primeira vez que acontece um boicote do tipo na Alemanha. Em 2003, cerca de 200 cinemas se recusaram a exibir O Hulk depois de a Disney tentar elevar sua porcentagem nos lucros com bilheteria.

RPR/dpa/ots

Leia mais