1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Futurando!

Cinco planetas descobertos pelo telescópio Kepler

Chamado de "caçador de planetas", telescópio Kepler acabou sendo desativado pela NASA devido a um problema técnico. Equipamento vasculhava a Via Láctea para descobrir planetas parecidos com a Terra.

O telescópio espacial Kepler foi lançado pela Agência Espacial Norte-americana (NASA) em 2009 com a missão de vasculhar a Via Láctea em busca de planetas do tamanho da Terra e que orbitassem na chamada zona habitável de suas respectivas estrelas, isto é, na área em que a água pode existir em estado líquido – condição básica para existir vida.

No entanto, por causa de falhas nos equipamentos, a NASA anunciou na última semana (19/08) que o telescópio não será mais encarregado dessa missão. O aparelho enfrentou problemas em duas de quatro rodas, responsáveis por garantir estabilidade e precisão. O Kepler poderá, entretanto, ser utilizado para outros tipos de pesquisa.

O telescópio era chamado de "caçador de planetas" e usado principalmente para observar estrelas parecidas com o Sol. Quando um planeta passa em frente a uma estrela, do ponto de vista do telescópio, um percentual da luz da estrela é bloqueado. A queda resultante no brilho revela o tamanho do planeta em trânsito em relação à sua estrela. Usando o método de trânsito, o Kepler detectou 3.548 candidatos a planetas. Telescópios terrestres ajudaram na análise e confirmaram a existência de 136 planetas.

Conheça cinco planetas descobertos pelo Kepler. Eles orbitam em torno da estrela Kepler-62, que mede dois terços do tamanho do Sol e é apenas um quinto tão brilhante.

1. Kepler-62b

Descoberto em 2013, Kepler-62b tem temperatura de 434°C, parecida com de Vênus. Encontrar formas de vida complexas, como conhecemos, seria impossível neste planeta, já que a água em estado líquido só pode existir em temperaturas abaixo de 374,15°C. Um ano no planeta Kleper-62b dura apenas cinco dias.

2.Kepler-62c

É o segundo planeta mais próximo de Kepler-62 e completa uma volta em torno da estrela a cada 12 dias. A temperatura média na superfície é de 305ºC, isto é, muito quente, mas ainda assim cerca de 75 graus abaixo da temperatura crítica da água.

3. Kepler-62d

Tem uma massa seis vezes maior do que a da Terra e um raio quase duas vezes maior do que o terrestre. A extrema pressão da gravidade e atmosfera do planeta tornam a água líquida possível. No entanto, Kepler-62d completa uma volta em torno da estrela Kepler-62 a cada 18 dias, o que o torna muito quente e inóspito para abrigar a vida.

4. Kepler-62e

A super-Terra na borda interna da zona habitável de sua estrela é 60% maior do que a Terra. Um ano em Kepler-62e dura 122 dias. A chamada temperatura de corpo negro de Kepler-62e é de -8°C – parecida com a da Terra, que é de -19°C.

5. Kepler-62f

É apenas 40% maior do que a Terra, o que faz dele o exoplaneta em zona habitável com tamanho mais próximo ao do nosso planeta. Os cientistas conhecem apenas o tamanho, mas não sua massa ou composição. Considerando outros planetas semelhantes, a probabilidade é de que Kepler-62f seja rochoso.