1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Ciência e Saúde

Cientistas desvendam o estouro da pipoca

Para alguns, a pipoca é o mais importante numa ida ao cinema. Para outros, um milagre da ciência. Pesquisadores investigaram o que acontece no exato instante em que o milho vira pipoca. O resultado foi um estouro.

Você alguma vez já se perguntou por que a pipoca estoura na panela? Pesquisadores franceses decidiram investigar o que causa o barulho do estouro no exato momento em que o grão de milho se transforma em pipoca.

A explicação é simples: cada grão de milho contém cerca de 20 miligramas de água, que se transforma em vapor na panela. Quando atinge uma temperatura de 180 graus celsius, o vapor d'água finalmente consegue romper a casca do grão de milho e... popp!

"Até agora existiam apenas estudos focados em aspectos comerciais, como o consumo de pipoca. Por isso, nós queríamos observar esse fenômeno do ponto de vista científico", explica Emmanuel Virot, físico da Escola Politécnica de Paris. O estudo foi publicado no Journal of the Royal Society Interface.

Assistir ao vídeo 03:30

A pipoca no cinema e a publicidade

Ele e seu colega Alexandre Pnomarenko registraram o som e a imagem do estouro da pipoca com uma câmera de alta velocidade, capaz de filmar mais de 10 mil frames por segundo.

Assim eles conseguiram isolar o exato instante em que o vapor rompe a casca do grão de milho, produzindo som.

Mas isso não é tudo: eles também descobriram que a pipoca não teria o formato que tem se não fosse pelas cambalhotas que dá dentro da panela. Um

vídeo

do experimento mostra como os grãos saltam de formas variadas.

Segundo registros, a humanidade come pipoca há mais de 9.000 anos. Mas por que alguém se daria ao trabalho de fazer testes científicos com ela?

"Quando começamos a observar a transformação da pipoca, percebemos que esse fenômeno envolve diferentes áreas da física: termodinâmica, biomecânica, acústica ", justifica Virot.

Segundo ele, o projeto une teoria e prática para tornar processos científicos complexos interessantes para os estudantes. Além do mais, todo mundo gosta de pipoca.

Lisa Duhm (ls)

Links externos

Áudios e vídeos relacionados