1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Chuvas provocam enchentes em Berlim e na Baviera

Os temporais de quarta-feira alagaram ruas na capital alemã e fizeram rios transbordar no maior estado do país, causando transtornos nas duas regiões. Na Áustria, a situação é pior e um turista alemão está desaparecido.

default

Em Salzburg, a ciclovia ao longo do rio Salzach foi interditada por precaução

Em Berlim, o corpo de bombeiros chegou a declarar estado de emergência e pôs 600 voluntários para reforçar o serviço. A enchente, porém, não provocou grandes danos. O mais grave registro na capital alemã foi um deslizamento de terra, entre Westkreuz e Grunewald, que interrompeu por algumas horas o tráfego do trem metropolitano S-Bahn. Na maior parte dos casos, os bombeiros limitaram-se a bombear água para fora de porões alagados.

Nesta quinta-feira, no entanto, o trânsito retornou ao normal. Os níveis dos rios Danúbio, Inn e Salzach acusam tendência de baixa.

Na Áustria, as chuvas provocaram danos maiores, especialmente nas regiões da Baixa e Alta Áustria. O rio Kamp, a noroeste de Viena, subiu cinco metros, transformando-se numa corrente devastadora. Suas águas arrancaram pontes, inundaram estradas e casas, e destruíram parte da rede de gás encanado.

Em Zwettl, as ruas ficaram 1,5 metro debaixo d'água. O centro histórico de Krems, às margens do Danúbio, igualmente ficou alagado. Os bombeiros registraram o resgate de pelo menos mil pessoas, que haviam se refugiado em árvores e nos telhados das casas. Em algumas localidades, a precipitação de chuva em 40 horas eqüivaleu à de três meses. Um turista alemão está desaparecido. Especula-se que ele tenha caído e sido arrastado pelo rio Saalbach, nos Alpes, em Saalbach-Hinterglemm.

Geólogos advertem que, se a chuva prosseguir nas montanhas, será grande a possibilidade de deslizamentos de terra. No entanto, a previsão é de melhora do tempo. A frente chuvosa deslocou-se para a República Tcheca, onde também está provocando estragos.

Na Alemanha, as chuvas também diminuem nesta quinta-feira, mas o céu permanece com forte nebulosidade, podendo ainda chover principalmente da serra do Harz até a serra Erzgebirge e a Floresta Bávara. O sol tem mais chance de aparecer no litoral do Mar Báltico. Os termômetros mantêm-se generosos, com máximas de até 26 graus.

Ao meio-dia desta quinta-feira, eram as seguintes as condições meteorológicas nas principais cidades alemãs:

  • Hamburgo: 22 graus, com nuvens
  • Berlim: 22 graus, céu limpo
  • Dresden: 19 graus, nublado
  • Colônia: 20 graus, com nuvens
  • Frankfurt: 19 graus, céu limpo
  • Munique: 18 graus, com nuvens

    Na noite para sexta-feira, as temperaturas devem cair até 10 graus, nas montanhas. O dia então será marcado por um misto de sol e nuvens, com pancadas de chuva e temporais à tarde, sobretudo no sudoeste (Freiburg). O litoral do Mar Báltico e a região entre os rios Meno e Danúbio possuem maior probabilidade de sol. Os termômetros subirão até 24 graus. O tempo instável se manterá provavelmente no fim de semana.

Links externos