1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Chuva de gols no Mineirão gera recordes para Brasil e Alemanha

Maior derrota do Brasil, oitava final da Alemanha e Klose maior artilheiro em Copas: goleada em Belo Horizonte alavancou recordes negativos para a seleção brasileira e positivos para os alemães.

Vexame, tragédia, chocolate. São inúmeros os adjetivos possíveis para a goleada de 7 a 1 sofrida pela seleção brasileira contra a Alemanha, nesta terça-feira (08/07), em Belo Horizonte. Mas a lista de recordes, sejam os negativos pelo lado brasileiro ou os positivos do lado alemão, também é extensa.

Brasil

- É a maior goleada sofrida pelo futebol brasileiro. A marca anterior era uma derrota por 7 a 2 para a Itália, em 1919. Em competições oficiais, a maior derrota havia sido para o Uruguai, em 1920, pela Copa América.

Fußball WM 2014 Halbfinale Deutschland Brasilien Tor

Júlio César tomou sete gols. Nunca a seleção brasileira havia sofrido tantos gols em uma Copa

- Se o Brasil agora é vítima, ele era o vilão da pior derrota de um anfitrião. O pior resultado anterior era o 5 a 2 contra a Suécia, justamente na final do primeiro título Mundial brasileiro. Vale lembrar que o quesito é a diferença de gols, pois a Suíça perdeu por 7 a 5 da Áustria em 1954.

- É a maior goleada em uma semifinal de Copa. A marca anterior também era 6 a 1: em 1930, Argentina venceu os Estados Unidos, e o Uruguai derrotou a Iugoslávia pelo mesmo placar. Além disso, a Alemanha eliminou a Áustria também por 6 a 1, em 1954.

- Esta é a pior derrota do Brasil em Copas. A anterior havia sido o 3 a 0 na final de 1998, quando a França ergueu a taça de campeã do mundo.

- Foi a primeira vez que o Brasil levou cinco gols jogando em casa desde 1939. Naquela ocasião, perdeu por 5 a 1 da Argentina.

- Em partidas não oficias, a Seleção não perdia no Brasil desde 2002. No primeiro amistoso após o Penta, o Brasil foi derrotado por 1 a 0 pelo Paraguai, em Fortaleza.

- O Brasil não perdia em casa em jogos oficiais desde 1975, quando foi derrotado por 1 a 0 para o Peru, também em Belo Horizonte, pela Copa América.

- O Brasil é o primeiro país-sede que não atuou no principal palco da Copa, neste caso, o Maracanã. Até seleções de menor expressão, como a África do Sul, em 2010, ou o Japão, em 2002, atuaram durante a campanha na arena que posteriormente receberia a final.

Alemanha

Fußball WM 2014 Halbfinale Deutschland Brasilien Jubel

Dois gols em 69 segundos para Toni Kroos. A rapidez do meia do Bayern é um recorde em Mundiais

- Desde a Copa de 1974 que uma equipe não marcava cinco gols no primeiro tempo. Naquele mundial, a Iugoslávia fez seis no Zaire, e a Polônia marcou cinco no Haiti.

- Foram os cinco gols mais rápidos da história das Copas. A Alemanha já goleava por 5 a 0 depois de 29 minutos, no Mineirão. A partida ocorreu, além disso, exatos 24 anos depois do último título mundial da Alemanha

- Toni Kroos se tornou o jogador a fazer dois gols de forma mais rápida em um Mundial. O meia precisou de 69 segundos para balançar as redes duas vezes.

- Thomas Müller anotou o gol de número 2000 da seleção alemã.

- Miroslav Klose fez o seu 16º gols em Copas e se tornou o maior artilheiro da competição.

- A Alemanha detém agora o recorde de mais finais de Copa disputadas: oito.

Leia mais