1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

China aumenta orçamento militar em 10%

Acompanhando tendência de países da região, governo eleva gastos militares pelo quinto ano consecutivo, apesar do declínio da economia. Porta-voz afirma que país manterá postura estritamente defensiva.

O orçamento militar da China crescerá por volta de 10% neste ano em relação a 2014, disse uma porta-voz do Congresso Nacional do Povo nesta quarta-feira (04/03).

"A modernização da Defesa faz parte do anseio de modernização da China, e vai requerer fundos apropriados", declarou a porta-voz Fu Ying em coletiva de imprensa.

Embora o aumento previsto de 10% seja menor que a elevação de 12,2% dos gastos militares no ano passado, o crescimento do orçamento militar chinês ultrapassa os dois dígitos pelo quinto ano consecutivo, elevando-o para um total de 145 bilhões de dólares.

O aumento do orçamento militar foi anunciado apesar do crescimento econômico em queda – em 2014, a China cresceu 7,4%, a menor expansão registrada em 24 anos, e deve crescer menos ainda neste ano.

O Pentágono e outros órgãos internacionais de defesa acreditam que os gastos militares chineses, na verdade, devam crescer de 40% a 50%, já que o orçamento militar não inclui os custos com a importação de armas de alta tecnologia, pesquisa e desenvolvimento, assim como outros programas-chave.

O aumento orçamentário é visto como um reflexo do crescente poder econômico da China e de seu desejo de afirmar-se na região e no exterior. De acordo com Pequim, o aumento de gastos tem como objetivo somente a modernização e a melhoria de condições para os 2,3 milhões de membros do Exército de Libertação Popular, a maior força militar permanente do mundo.

A porta-voz do governo chinês ressaltou que a China manterá uma postura militar estritamente defensiva e que o país nunca usou "canhões para abrir rotas" e expandir seus interesses econômicos e comerciais.

Os gastos chineses acompanham uma tendência de outros países na região. O Japão, por exemplo, aumentou seu orçamento de defesa em 2,8% neste ano, para 42 bilhões de dólares, o terceiro ano consecutivo de aumento. A Índia elevou o seu orçamento militar neste ano em 11%, para 40 bilhões de dólares.

CA/ap/dpa/rtr

Leia mais