1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

China apreende 1,8 tonelada de explosivos e detém cinco suspeitos de terrorismo

Segundo autoridades, material seria usado para mais um ataque na região de Xinjiang, de maioria muçulmana. Ação faz parte de operação antiterrorista iniciada após atentado que deixou mais de 40 mortos.

A polícia chinesa prendeu cinco suspeitos de planejar uma ação terrorista e, com eles, apreendeu 1,8 tonelada de materiais utilizados na fabricação de bombas, informou o governo regional de Xinjiang, nesta terça-feira (27/05). A ação ocorreu apenas cinco dias após um atentado deixar mais de 40 mortos na região, no noroeste da China.

De acordo com um comunicado do governo, divulgado no site estatal de notícias Tianshan, duas oficinas de fabricação de explosivos também foram destruídas no mesmo no mesmo local, o distrito de Hotan. Os suspeitos detidos teriam planejado um ataque semelhante ao realizado na semana passada num mercado de Urumqi, capital de Xinjiang – região autônoma de maioria muçulmana.

O comunicado não revelou os nomes dos suspeitos, mas disse que todos têm origem uigur – grupo étnico muçulmano, do qual muitos integrantes são contrário ao governo chinês e separatistas.

Após o ataque da semana passada, em que uma série de explosivos foi lançada de dois carros, a China anunciou uma operação de segurança de um ano, com foco em suspeitos de terrorismo e grupos religiosos extremistas. Nesta segunda-feira, a mídia estatal informou que as autoridades locais já desmantelaram 23 grupos de terroristas ou extremistas e prenderam mais de 200 suspeitos neste mês.

A tensão entre chineses e separatistas da etnia uigur bala a região de Xinjiang há anos. Os uigures constituem cerca de 45% da população chinesa, mas o número de membros da han – a principal etnia do país – aumentou ao longo do último século.

BWS/afp/ap/dpa

Leia mais