1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Chegada de migrantes gera caos em estação de Budapeste

Polícia suspende tráfego de trens por mais de uma hora, e milhares de pessoas são impedidas de seguir viagem da capital húngara para o norte europeu. Do lado de fora, protestos aos gritos de "Alemanha" e "liberdade".

O crescente fluxo migratório e a incapacidade dos países de ligar de forma organizada com os milhares de refugiados que tentam, diariamente, entrar na União Europeia levaram nesta terça-feira (01/09) a mais um gargalo – desta vez em Budapeste.

As autoridades da capital húngara tomaram a decisão de suspender por mais de uma hora o tráfego de trens na maior estação ferroviária do país, removendo do local centenas de refugiados que tentavam embarcar para Alemanha e Áustria.

O caos em Budapeste lembrou as cenas da semana anterior na Macedônia, que fechou as fronteiras para migrantes que, vindos da Grécia, tentavam alcançar o norte europeu.

Em Budapeste, os migrantes, que se uniram a outros milhares do lado de fora da estação, protestavam aos gritos de "liberdade, liberdade!" e "Alemanha, Alemanha!". Após a reabertura do tráfego, o acesso dos refugiados à estação continuava bloqueado.

Ungarn schließt den Ost-Bahnhof in Budapest

Polícia isola acesso a trens

A polícia agiu para esvaziar o terminal após os alto-falantes anunciarem que todos os trens seriam impedidos de deixar a estação por tempo indeterminado. Houve tumulto durante a manhã, quando muitas pessoas tentavam forçar a passagem por portões de ferro na plataforma de onde um trem deveria partir, rumo a Viena e Munique, mas acabaram sendo bloqueados pelos policiais.

Antes do fechamento da estação, milhares de pessoas embarcaram em trens rumo a Áustria e Alemanha. A polícia em Viena afirmou nesta terça-feira que 3.650 migrantes chegaram à cidade vindos da Hungria, mas a maioria seguiu viagem até o país vizinho.

Durante a noite, cerca de 2 mil requerentes de asilo chegaram a Munique, e espera-se que outros mil devam chegar durante o dia. Segundo a polícia federal alemã, dois trens com cerca de 3.600 refugiados chegaram à cidade de Rosenheim. Em Stuttgart e Frankfurt desembarcaram em torno de 200 migrantes.

As autoridades austríacas admitem não ter capacidade para lidar com as milhares de pessoas que chegaram ao país a partir da noite de segunda-feira. A polícia afirma que não tem contingente suficiente para realizar controles efetivos que poderiam resultar na devolução à Hungria daqueles que não apresentam documentação adequada.

RC/rtr/ap/dw

Ungarn schließt den Ost-Bahnhof in Budapest Flüchtlinge Schlägerei

Do lado de fora, migrantes brigam durante confusão após o fechamento da estação

Leia mais