1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Chanceler alemão abre CeBIT

O discurso de Gerhard Schröder marcou a abertura oficial do maior evento de tecnologia do mundo em Hanôver, buscando passar uma mensagem de otimismo e sugerindo o reaquecimento do setor e da economia em geral.

default

Steve Ballmer, da Microsoft, e Gerhard Schröder foram otimistas na abertura oficial da CeBIT

Tudo parece correr em ritmo normal nos pavilhões da Feira de Hanôver: enquanto os montadores se esforçam até tarde da noite para deixar tudo pronto, proeminentes se encontram na cerimônia de abertura. Sigmar Gabriel, governador do Estado da Baixa Saxônia, e Steve Ballmer, segundo homem mais poderoso da Microsoft, também estiveram presentes.

Segundo Schröder, "as cifras importantes já sinalizam a recuperação da economia". "Eu estou certo de que posso esperar também da CeBIT um sinal de otimismo e de retorno do crescimento", disse. O chanceler aproveitou a oportunidade para fazer um lobby para a lei de imigração e apelou para os diversos estados que aprovassem o projeto de lei. Segundo ele, a imigração de mão-de-obra qualificada aumenta o potencial econômico alemão. Cada um dos 11 mil portadores do green card, por exemplo, teriam criado de duas a três novas vagas de trabalho.

Steve Ballmer não seria chefe da Microsoft, se não fosse capaz de levantar o moral dos presentes. "Queria ressaltar minha confiança em nosso setor. Na Microsoft temos a experiência de que podemos ser pessimistas a curto prazo, mas, a longo prazo, não podemos nem estimar o enorme potencial, as grandes possibilidades de nossa indústria."

Desconfiança - Os participantes, entretanto, não estão tão convencidos da recuperação. Muitos gerentes disseram duvidar da capacidade da indústria de se recompor tão rapidamente. "Tenho respeito por Gerhard Schröder, mas falar tão cedo em reaquecimento da economia me parece muito ousado", disse Werner Sülzer, presidente do conselho administrativo da filial alemã da NCR.

Mas Volker Jung, presidente da Bitkom, a Federação das Empresas de Informática, Telecomunicações e Novas Mídias alemã, apresentou prognósticos positivos. Em 2002, o setor deve crescer 4,2% na Alemanha, movimentando 143 bilhões de euros, um valor considerado aceitável. Para 2003, Jung espera um crescimento de 8,6%, chegando aos 156 bilhões de euros.

Links externos