1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Cerca de 400 migrantes são resgatados após tragédia no Mediterrâneo

Embarcação lotada de refugiados vira próximo à costa da Líbia, após emitir sinal de emergência. Centenas de pessoas continuam desaparecidas. Pelo menos 25 migrantes morreram no acidente.

Cerca de 400 migrantes foram resgatados nesta quarta-feira (05/08) após o barco no qual eles tentavam atravessar o Mar de Mediterrâneo virar próximo à costa da Líbia. Centenas de refugiados continuam desaparecidos. Segundo relatos de sobreviventes, a embarcação levava mais de 600 pessoas a bordo.

De acordo com a Guarda Costeira italiana, pelo menos 25 pessoas morreram na tragédia. Sete navios e dois helicópteros estão trabalhando no resgate. Devido à temperatura elevada da água, as equipes têm esperança de localizar mais sobreviventes.

O porta-voz da agência da ONU para refugiados (Acnur) Federico Fossi afirmou que a embarcação de metal virou e afundou rapidamente. O barco superlotado emitiu um sinal de emergência a 110 quilômetros a noroeste de Trípoli, capital da Líbia, o qual foi captado pela guarda costeira na Sicília.

A embarcação naval irlandesa Le Niamh foi uma das convocadas pelas autoridades italianas para se dirigir ao local. O barco de 20 metros de comprimento naufragou quando os passageiros se deslocaram todos para um lado para serem socorridos, contou a guarda costeira.

Mais de 2 mil migrantes morreram somente neste ano durante a perigosa trajetória da África à Europa pelo Mediterrâneo, disse a Organização Internacional de Migração (IOM, na sigla em inglês) nesta terça-feira. No ano passado inteiro, 3.279 pessoas morreram na jornada.

CN/afp/rtr/lusa/ap

Leia mais