1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Estudar na Alemanha

Centro de Pesquisas de Jülich é um dos maiores da Europa

Com cerca de 1,3 mil cientistas, o Centro de Pesquisas de Jülich, localizado no Estado da Renânia do Norte-Vestfália, é uma das maiores instalações de pesquisas da Europa.

default

Pesquisas sobre o ozônio em Jülich

Com cerca de 4,4 mil funcionários, entre eles 1,3 mil cientistas, o Centro de Pesquisas de Jülich é um das maiores instalações de pesquisas da Europa. Além disso, cerca de 800 cientistas provenientes de mais de 50 países visitam anualmente a instituição.

Localizado nos bosques públicos de Stetternich, o Centro de Pesquisas faz parte da Comunidade Helmholtz, que engloba 15 centros de investigação nas áreas de Ciências Naturais e Tecnologia, como também Medicina e Biologia.

Cientistas das disciplinas de Física, Química, Biologia, Medicina e Engenharias dedicam-se, em Jülich, às áreas de Saúde, Informação, Meio Ambiente e Energia. Nestes campos, eles trabalham em contribuições de longo prazo e orientadas para a pesquisa fundamental das Ciências Naturais e Tecnologia, mas também em aplicações concretas para a indústria.

Os proprietários do Centro de Pesquisa de Jülich são a República Federal da Alemanha, com 90%, e o governo do Estado da Renânia do Norte-Vestfália, com 10%. Segundo dados da instituição, seu orçamento anual gira em torno dos 360 milhões de euros.

A construção do Centro de Pesquisas foi motivada pela necessidade de superar o atraso técnico-científico provocado por anos de guerra. Em 11 de dezembro de 1956, a Assembléia Legislativa da Renânia do Norte-Vestfália decidiu construir uma "instalação de pesquisas atômicas". Em 1960, o seu nome mudou para "Instalação de Pesquisas Atômicas Jülich do Estado da Renânia do Norte-Vestfália", recebendo sua atual denominação em 1993. (ca)

Leia mais