1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Centenas de torcedores celebram vitória alemã em Brasília

Alemães, brasileiros e americanos se reúnem para torcer em festa na embaixada alemã, com direito a cerveja e comida típica. Nervosismo é quebrado com o gol de Müller, que garantiu a vitória sobre os EUA.

A cada lance perigoso, os torcedores vibravam, levavam as mãos à cabeça e gritavam. Espalhados em três ambientes, centenas de alemães, brasileiros e americanos em Brasília assistiram ao jogo entre as seleções da Alemanha e dos EUA, nesta quinta-feira (26/06), na Embaixada da Alemanha no Brasil.

Os apoiadores da Alemanha eram – claro – a maioria na embaixada do próprio país. Bandeirolas, cerveja e comida típica animaram a festa, que ficou completa no segundo tempo, com o gol de Müller que garantiu a vitória por 1 a 0.

"Eu não esperava que a Alemanha fosse vencer, estava aberto a qualquer resultado", disse David Haslacher, alemão que está no Brasil de férias e acompanha a seleção durante a Copa.

Além da decoração do local, os próprios torcedores se encarregaram de deixar o ambiente mais colorido. Não faltaram rostos pintados, bandeiras amarradas ao corpo e trajes típicos alemães.

Fussballfans beim WM-Spiel Deutschland gegen die USA in Brasilien

As brasileiras Danielle e Isabor acreditam no potencial da equipe alemã e capricharam na maquiagem

As amigas Danielle Ziche e Isabor Rodrigues, por exemplo, capricharam na fantasia e, principalmente, na maquiagem. Antes do início da partida, Danielle, bisneta de alemães, nem considerava o perigo de um "jogo de compadres" e apostava num 4 a 0 para a Alemanha. Pelo menos a vitória ela acertou.

Já Isabor, apesar de não ter ascendência alemã, diz que escolheu torcer pelo time desde o último Mundial, quando o Brasil foi eliminado pela Holanda nas quartas de final. "A Alemanha tem mostrado ser competente para ganhar a Copa", comentou.

Fussballfans beim WM-Spiel Deutschland gegen die USA in Brasilien

Ao lado da amiga brasileira Luciana Brandão, o americano Mark Sorensen curtiu a festa na embaixada

Mistura de nacionalidades

Apesar da festa, durante toda a partida o clima era de nervosismo entre os torcedores. Nos lances de perigo de gol dos Estados Unidos, o sofrimento ficava estampado no rosto dos torcedores. Quando os EUA conseguiam chegar à área, os apoiadores do time americano – ainda que em menor número – também não se acanhavam.

"Estou muito feliz com o que alcançamos até agora, e quero que o time chegue mais longe", disse o americano Mark Sorensen, que mora em Brasília e elogiou a hospitalidade alemã por receber os rivais em casa. "É muito divertido assistir a um jogo tão competitivo com uma boa mistura de alemães, brasileiros e americanos. É muito bom ter um local assim para assistir ao jogo."

Usando roupas típicas da Baviera, os brasileiros João Martin e Marcelo Hasunuma dizem se identificar com a Alemanha. "Eu gosto da cultura da cultura alemã. O espírito bávaro é muito parecido com o brasileiro, com a hospitalidade e a festa", diz João. "Eu gosto da cerveja e da Oktoberfest!", completa Marcelo.

Fussballfans beim WM-Spiel Deutschland gegen die USA in Brasilien

João e Marcelo gostam da cultura, da cerveja e da Oktoberfest alemãs

Leia mais