CCJ tem 17 membros citados na Lava Jato | Notícias e análises sobre os fatos mais relevantes do Brasil | DW | 09.02.2017
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Brasil

CCJ tem 17 membros citados na Lava Jato

Entre os 54 senadores da comissão que sabatinará Alexandre de Moraes, indicado para o STF, dez são alvos de inquéritos, denúncias ou processo na corte e outros sete são citados em delações premiadas.

Ao menos 17 dos 54 senadores que integram a Comissão de Constituição e Justiça do Senado (CCJ) são investigados pelo Supremo Tribunal Federal (STF) por envolvimento no escândalo de corrupção descoberto pela Operação Lava Lato ou citados em delações premiadas da operação.

Leia também: PMDB põe PMDB põe senador citado na Lava Jato para presidir CCJ
Leia também: "Moraes no STF expõe tentativa de frustrar a Lava Jato"

Entre os senadores que tiveram seus nomes ligados à Lava Jato, oito já são alvos de inquéritos relacionados à operação que correm no STF. Em outros dois casos foi pedido o arquivamento das investigações. Com relação aos demais sete citados, a maioria foi mencionada em delações de executivos da Odebrecht, cujo conteúdo vazou para a imprensa.

Há ainda outros seis senadores que são investigados ou enfrentam processo no Supremo Tribunal Federal em casos que não estão relacionados com a Lava Jato.

A CCJ sabatinará Alexandre de Moraes, indicado de Michel Temer para uma vaga de ministro no STF. Se aprovado para o cargo, Moraes será o revisor dos processos referentes à Lava Jato na Corte, com a função de sugerir correções e fazer mudanças no relatório.

A confirmação para a indicação de Temer depende, porém, da aprovação do Senado, após a sabatina realizada pela CCJ.

Confira abaixo quem são os senadores entre os 27 titulares e 27 suplentes da CCJ que têm ou podem vir a ter problemas no STF e suas situações atuais.

Alvos de inquéritos, denúncias ou processo da Lava Jato:

Jader Barbalho (PMDB)
Edison Lobão  (PMDB)
Valdir Raupp (PMDB)
Romero Jucá (PMDB)
Renan Calheiros (PMDB)
Benedito de Lira (PP)
Fernando Collor (PTC)
Gleisi Hoffmann (PT)

Pedido de arquivamento de inquérito da Lava Jato:

Lindbergh Farias (PT) – pedido feito pela Procuradoria Geral da República (PGR) ao STF
Humberto Costa (PT) – pedido feito pela Polícia Federal a PGR

Citados em delações premiadas da Lava Jato:

Eduardo Braga (PMDB)
Marta Suplicy (PMDB)
Jorge Viana (PT)
Lindbergh Farias (PT)
Aécio Neves (PSDB) 
Antonio Anastasia (PSDB)
Aloysio Nunes Ferreira (PSDB)
Lídice da Mata (PSB)

Alvos de outros inquéritos ou processos:

Simone Tebet (PMDB)
Acir Gurgacz (PDT)
José Pimentel (PT)
Cássio Cunha Lima (PSDB)
Ivo Cassol (PP)
Sérgio Petecão (PSD)

Leia mais