1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Causa da colisão de trens no sul da Alemanha segue desconhecida

Porta-voz da polícia lembra que investigação está no início e diz que possível falha humana é especulação, mas pessoas ligadas ao inquérito afirmam haver indícios de decisão equivocada de um regulador ferroviário.

No dia seguinte à colisão entre dois trens perto de Bad Aibling, no sul da Alemanha, um porta-voz da polícia rejeitou nesta quarta-feira (10/02) a teoria sobre falha humana como causa do desastre, que deixou dez mortos e 80 feridos. "Isso não passa de especulação. Jogue isso fora", disse o porta-voz à emissora bávara Bayerischer Rundfunk, destacando que as investigações estão apenas começando.

Leia mais

Nesta terça-feira, a agência de notícias DPA e a RedaktionsNetzwerk Deutschland – redação central do grupo mediático Madsack, com mais de 30 jornais diários – citaram pessoas ligadas às investigações. Elas afirmaram haver indícios de que um erro humano causou a tragédia.

A agência de notícias Reuters afirmou nesta quarta-feira que, de acordo com pessoas ligadas às investigações, há cada vez mais indícios de um comportamento equivocado de um regulador ferroviário – funcionário responsável por garantir viagens seguras e pontuais num determinado trecho de uma ferrovia.

"As investigações apontam na direção do regulador ferroviário", disse uma fonte à Reuters. O funcionário teria liberado a passagens dos dois trens que colidiram num trecho onde há apenas um trilho para os dois sentidos.

No entanto, o ministro alemão dos Transportes, Alexander Dobrindt, afirmou que a causa do desastre em Bad Aibling continua desconhecida. "Atualmente não temos nenhuma evidência de erro humano ou problema técnico", disse nesta quarta-feira.

Duas das caixas-pretas dos trens já foram encontradas, e a terceira pode ser resgatada ainda nesta quarta-feira, segundo Dobrindt. Sem uma análise dos dados registrados por esses equipamentos fica difícil esclarecer o acidente, afirmou o ministro.

De acordo com o secretário do Interior da Baviera, Joachim Hermann, uma comissão especial com 50 integrantes está trabalhando na investigação das causas da colisão.

Os dois trens da empresa privada Meridian colidiriam frontalmente às 6h45 desta terça-feira. A polícia afirmou na manhã desta quarta-feira que todos os corpos já haviam sido retirados das ferragens. Dos 80 feridos, 17 permanecem em estado grave. Trata-se do pior desastre ferroviário da Baviera em mais de 40 anos.

LPF/rtr/dpa/ots

Leia mais