1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Causa da colisão de trens no sul da Alemanha ainda é desconhecida

Autoridades evitam especular sobre as causas da tragédia e afirmam que é necessário aguardar análise das caixas-pretas. Trens se chocaram em alta velocidade e sem frear.

Autoridades alemãs evitaram especulações e afirmaram que ainda não se conhece as causas da colisão frontal entre dois trens no sul da Baviera, na manhã desta terça-feira (09/02). Elas disseram que é necessário aguardar o resultado das investigações.

Já se sabe, porém, que o trecho da ferrovia possui um sistema de frenagem automática para evitar acidentes que, aparentemente, não funcionou. Além disso houve uma discrepância em relação ao itinerário previsto para os trens.

Em entrevista coletiva para a imprensa, o ministro alemão dos Transportes, Alexander Dobrindt, afirmou que os trens deveriam estar em grande velocidade e aparentemente colidiram sem frear. A velocidade máxima permitida no local é de 100 quilômetros por hora. "São imagens assustadoras", disse o ministro, que esteve no local do desastre.

Ainda não se sabe o motivo de o sistema de segurança – que impede um trem, por meio de freagem automática, de usar um trilho não liberado para ele – aparentemente não ter funcionado. A Deutsche Bahn (DB), empresa que opera o serviço ferroviário na Alemanha, afirmou que o trecho passou por uma inspeção na semana passada e descartou problemas técnicos.

Dobrindt afirmou que os trens envolvidos têm três caixas-pretas e ressaltou que somente após a avaliação delas será possível saber se houve falha técnica ou humana. Duas das caixas-pretas já foram retiradas das ferragens.

Além do sistema de segurança, as autoridades lembraram outro aspecto que pode ter contribuído para a tragédia. O secretário do Interior da Baviera, Joachim Herrmann, disse que houve uma discrepância no itinerário. Os dois trens deveriam ter se encontrado na localidade de Kolbermoor, perto de Bad Aibling, o que não aconteceu.

Herrmann ressaltou, porém, que ainda não é possível saber o motivo dessa discrepância e que somente a investigação poderá revelar o que de fato aconteceu.

Ao menos dez pessoas morreram e dezenas ficaram feridas na colisão. Duas pessoas continuam desaparecidas. Os dois trens bateram de frente perto de Bad Aibling. O impacto foi tão forte que fez com que alguns vagões ficassem amontoados uns sobre os outros.

A colisão ocorreu por volta das 6h45 (horário local), em uma curva, em trecho que passa no meio de uma floresta. Ambos os trens pertencem à empresa privada Meridian. A tragédia só não foi maior devido ao feriado de Carnaval, pois muitos passageiros que costumam usar o transporte para ir ao trabalho ou escola ficaram em casa.

Leia mais