1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Catalunha aprova resolução para independência

Parlamentares regionais esperam que medida aprovada possibilite desligamento da Espanha em 18 meses. Primeiro-ministro afirma que entrará com recurso no Tribunal Constitucional contra a proposta.

default

Parlamentares catalães comemoram resolução

A Assembleia Regional da Catalunha aprovou nesta segunda-feira (09/11) uma resolução que abre o caminho para o processo de independência da região. Os separatistas esperam que a medida aprovada permita que o desligamento da Espanha seja alcançado em 18 meses.

"O Parlamento catalão adotará as medidas necessárias para iniciar esse processo democrático de desligamento massivo, sustentável e pacífico do Estado espanhol", diz o documento, que estabelece o roteiro para a independência. O documento propõe abrir um processo constituinte que assente as bases de um "estado catalão independente em forma de república".

"Temos uma oportunidade de ouro de projetar e construir um Estado moderno, que pertence ao século 21, que é exemplar e capaz de derrotar a ilegalidade e a corrupção", afirmou ao parlamento Raul Romeva, líder da legenda Juntos Pelo Sim, que venceu as eleições regionais em setembro deste ano. Os partidos pró-independência conquistaram 62 dos 135 assentos do Parlamento catalão.

Após a aprovação da resolução na Catalunha, o governo central do primeiro-ministro Mariano Rajoy descartou, no entanto, a separação da região, afirmando que a Constituição espanhola não permite essa possibilidade. Rajoy afirmou que o governo entrará com um recurso no Tribunal Constitucional para garantir que a resolução não tenha consequências.

"Entendo que muitos espanhóis não tolerem mais essa tentativa contínua de deslegitimar nossas instituições", ressaltou o primeiro-ministro e declarou que o governo não irá permitir a continuidade desse processo. Uma reunião emergencial para tratar do tema foi marcada para a próxima quarta-feira em Madri.

Em novembro de 2014, cerca de 80% dos participantes de uma consulta popular simbólica na Catalunha votaram a favor da independência da região. O resultado fortaleceu a posição dos separatistas. A consulta é usada para justificar e dar peso ao processo de separação da Espanha.

Pesquisas de opinião, realizadas em outras partes do país, mostraram, porém, que a maioria dos espanhóis é contra a independência da Catalunha.

CN/rtr/dpa

Leia mais