1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Sua Opinião

CATÓLICOS NA ALEMANHA PRECISAM PAGAR IMPOSTO

Nossos usuários comentaram esta semana sobre imposto religioso e a polêmica provocada pelas caricaturas de Maomé. Confira!

Quem criou a religião? Foi Deus que criou o homem ou o homem que criou Deus? Religião se transformou em simples comércio, ou você paga ou não é aceito. Todas as religiões existem em função de manter riqueza e poder para seus dirigentes ou proprietários. A religião católica pertence ao povo católico ou a Roma e seus administradores?
Sergio Quegi

Ora, se você quer participar,ser membro de um clube, tem que aceitar as regras estabelecidas, não é assim? Com a Igreja não é diferente. Apenas usufruir dos benefícios e não querer pagar nada, não é correto. Se na Alemanha as regras são assim, ou você aceita ou vai participar de um outro grupo. Simples…
Solange Guedes

JUSTIÇA BRASILEIRA MANDA YOUTUBE APAGAR VIDEO OFENSIVO A MAOMÉ

Concordo plenamente, o islã é alvo de todo tipo de desrespeito, hoje em dia todos falam em "respeito humano", liberdade de expressão e tudo o mais, mas parece que só os muçulmanos não têm direito a isso...Ainda bem que uma parte deles é bem consciente e se pronuncia contra, e põe a boca no mundo.
Jutilde de Medeiros

CARICATURAS DE MAOMÉ PROVOCAM DEBATE SOBRE LIBERDADE DE IMPRENSA

A liberdade de expressão exige algumas responsabilidades que não podem ser esquecidas. Liberdade de expressão não significa dizer o que se quer quando se quer e sim falar o que se deve. Não há como deixar de pensar de maneira global: com o que contribuem essa mídia para o avanço das relações entre nossos países?
Felipe Rossi

Entendo que seja uma falta de respeito para com a religião muçulmana, é como fazer caricaturas de Cristo para os cristãos. Com religião não se brinca e a liberdade de expressão que a imprensa tanto coloca em questão, na verdade, está se tornando uma libertinagem, pois falta respeito para com o próximo. Será que cada jornalista gostaria que seu pai ou sua mãe fosse motivo de gozação de outros, sendo expostos de forma vexatória? Acredito que não.
Anderson Santos

Não vi o filme citado, mas acho que muita importância é dada a episódios que deveriam ser ignorados, como a queima do Alcorão há algum tempo. Quando a imprensa divulga isso, está se comportando de forma oportunista, apenas para fazer sensacionalismo, o que é bastante grave. Quantas pessoas participaram daquele ato? Qual é a sua representatividade? Quanto ao citado filme, temos a mesma questão. Se ele é realmente ofensivo, não deve ser exibido publicamente. A escolha religiosa e sua manifestação são um direito fundamental. Concordo que as religiões estão sujeitas à crítica, como em costumes que precisam ser revistos. Foi o caso sobre a circuncisão. A saúde das pessoas envolvidas não pode ser negligenciada. Isso não significa perseguição religiosa, e o debate saudável e aberto deve ocorrer na sociedade, sem extremismos. A liberdade de expressão também é um direito fundamental de todos, sem dúvida, mas com respeito e moderação. Uma coisa é expressar uma crítica ou uma análise ponderada, fundamentada no trabalho e na reflexão, outra bem diferente é atacar pessoas e culturas, apenas com o intuito de polemizar. Não podemos confundir as coisas e é preciso discernir o que de fato está ocorrendo. Quando alguém usa o direito de expressão para ofender e denegrir, incorre sem dúvida em uma atitude passível de punição.
Paulo Sérgio Kuhn

Leia mais