1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Brasil

Católicos alemães recomendam menores a não irem a evento com o Papa no Rio

Bispos aconselham menores de idade a não ir ao Brasil por motivos de segurança. Também os altos custos da viagem devem reduzir o número de participantes alemães.

A participação alemã na Jornada Mundial da Juventude, organizada pela Igreja Católica no Rio de Janeiro no final de julho, deverá ser bem menor do que nas edições anteriores, ocorridas em Madri (Espanha) em 2011 e em Sydney (Austrália) em 2008.

Markus Hartmann, do departamento jovem da Conferência dos Bispos da Alemanha, calcula que cerca de 2.500 jovens alemães devem ir ao Brasil para participar do evento. Em 2011, 16.500 foram para Madri. Em 2008, 6.000 viajaram para Sydney.

O alto custo da viagem é um dos motivos para a drástica redução no número de participantes alemães na Jornada Mundial da Juventude no Rio de Janeiro. Mas também a segurança pesa na decisão. Segundo Hartmann, a Conferência dos Bispos da Alemanha recomendou aos menores de 18 anos que evitem participar do evento por questões de segurança.

"No final das contas, eles [os bispos] são os responsáveis pelos menores de idade se acontecer alguma coisa", explicou Hartmann à agência de notícias alemã KNA, que pertence à Igreja Católica, acrescentando que ele próprio não compartilha esses temores.

A 28ª Jornada Mundial da Juventude acontece entre os dias 23 e 28 de julho no Rio de Janeiro. O lema deste ano é "Ide e fazei discípulos entre todas as nações!". A missa de encerramento será celebrada pelo papa Bento 16. A cidade espera receber 2 milhões de pessoas para o evento.

CN/kna
Revisão: Alexandre Schossler

Leia mais