1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Caso VW: Barbosa diz que "notícia é mentirosa"

Em nota à imprensa, ex-membro do Comitê Mundial de Trabalhadores da Volks, Mário Barbosa, diz que "calúnia de Gebauer é ataque indiscriminado para desviar atenção da mídia".

DW-WORLD reproduz a seguir a "nota à imprensa" divulgada nesta quinta-feira (21/10) pelo engenheiro Mário Barbosa sobre as acusações feitas por Klaus Joachim Gebauer contra ex-líderes sindicais brasileiros, no caso de corrupção na Volkswagen:

" Foi com surpresa e indignação que reagi ao tomar conhecimento das declarações do senhor Klaus Joachim Gerbauer, ex-gerente da Volkswagen alemã e principal acusado de um esquema de corrupção na matriz da montadora, sobre suposta visita minha, junto com o companheiro Luiz Marinho, atual ministro do Trabalho e Emprego, a uma casa noturna em Wolfsburg.

Fiquei ainda mais indignado com o fato de a notícia ter sido publicada hoje no jornal alemão Die Welt e reproduzida por um jornal brasileiro, sem que nenhum profissional da mídia tivesse se dado ao trabalho de cumprir a regra básica do jornalismo, ou seja, checar a veracidade dos fatos antes de sua divulgação ou procurar as pessoas caluniadas.

A notícia é mentirosa. Protesto veementemente. Não é possível que uma viagem realizada para negociar justas reivindicações de trabalhadores brasileiros tenha seus objetivos desvirtuados, de forma mesquinha, na tentativa de desqualificar a atuação dos dirigentes do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, que sempre tiveram sua vida pautada pelo respeito à categoria e pela responsabilidade com a luta da classe trabalhadora.

Lamento profundamente que pessoas que participaram ativamente de um trabalho importante que tem sido feito pelos trabalhadores da Volks nos últimos anos, sejam envolvidas de maneira irresponsável e insidiosa em escândalos como este.

A calúnia do senhor Gerbauer só pode ser entendida como um ataque indiscriminado promovido por uma pessoa que, se vendo acuada por irregularidades cometidas, tenta desviar o foco da mídia sobre a apuração do esquema de corrupção do qual é acusado.

Reafirmo que nem eu nem o companheiro Marinho, em momento algum das várias viagens de trabalho que fizemos para a Alemanha, com agendas de mais 12 horas de trabalho, em longas jornadas de penosas negociações, tenhamos participado de qualquer evento na citada casa noturna, nem tampouco de qualquer outra atividade que não constasse da agenda de trabalho.

Para finalizar, informo que estou acionando a Justiça através de uma ação cível e de uma queixa crime por danos morais contra os jornalistas que publicaram esta calúnia.

Mário Barbosa
Engenheiro
Ex-membro do Comitê Mundial de Trabalhadores da Volks "

Leia mais