Casal Obama fecha acordo milionário com editora | Notícias e análises internacionais mais importantes do dia | DW | 01.03.2017
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Estados Unidos

Casal Obama fecha acordo milionário com editora

Penguin Random House paga 60 milhões de dólares por direitos sobre dois primeiros livros que Barack e Michelle Obama escreverão após deixarem a Casa Branca, aponta jornal. Disputa editorial foi acirrada.

Barack Obama e Michelle Obama acenam na porta de um avião

Barack e Michelle Obama despediram-se da Casa Branca em janeiro de 2017

O ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama e sua esposa, Michelle, chegaram nesta terça-feira (28/02) a um acordo com a editora Penguin Random House para publicar os primeiros livros que os dois escreverão após deixarem a Casa Branca.

Apesar de detalhes do acordo não terem sido revelados, o jornal Financial Times afirmou que a editora pagou cerca de 60 milhões de dólares para garantir os direitos mundiais sobre os livros, que ainda não têm data para serem publicados.

Segundo a editora, o casal tem a intenção de doar parte dos lucros para associações de caridade, incluindo a Fundação Obama.

A Penguin Random House não divulgou os temas dos livros nem quando eles serão lançados, mas é provável que eles cubram o período da presidência de Obama.

Segundo o Financial Times, a disputa pelos direitos mundiais das futuras obras foi acirrada. Outras editoras interessadas eram a HarperCollins e a Simon & Schuster.

Obama publicou em 1995 Dreams from my father: a story of race and inheritance, em 2006, The audacity of hope: thoughts on reclaiming the american dream e, em 2010, Of thee I sing: a letter to my daughters, com editoras associadas da Penguin Random House, que tem sede em Nova York.

A ex-primeira-dama publicou em 2012 American grown: the history of the White House Kitchen Garden and gardens across America pela editora Crown, também da Penguin Random House.

AS/efe/rtr

Leia mais