Casa inteligente deixou de ser projeto do futuro para se tornar realidade | Novidades da ciência para melhorar a qualidade de vida | DW | 07.09.2010
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Ciência e Saúde

Casa inteligente deixou de ser projeto do futuro para se tornar realidade

Poderia ser futuro, mas não é: a E-Haus, apresentada na IFA em Berlim, reúne as mais modernas tecnologias para morar bem e permite que o morador apague, pela internet, a luz que ficou acesa antes de sair de férias.

default

Feira exibe a casa inteligente

"A casa conectada já é uma realidade", conta Petra Schmieder, da Associação Alemã dos Profissionais de Tecnologia Eletrônica e Informação, no início da visita guiada pela E-Haus, a casa digitalizada exposta na IFA, Feira Internacional de Eletrônica de Consumo, em Berlim. Segundo ela, toda a tecnologia apresentada na casa já está disponível no mercado alemão.

IFA 2010 E-Haus Display Haustür

Display na entrada da casa

Logo na entrada, ao lado da fechadura, da campainha e da caixa de correio convencionais, a residência completamente automatizada tem um sensor para a leitura da impressão digital, o que dispensa o uso de chave, ao menos para todas as pessoas autorizadas.

Todos as demais precisam tocar a campainha, e a porta lhes é aberta após serem identificadas pelos moradores através do sistema de vídeo. "Você pode abrir a porta de onde estiver, seja em Paris, seja em São Francisco", explica Schmieder. Uma aplicação no smartphone permite também conversar com o visitante através da internet.

IFA 2010 E-Haus: vernetztes Wohnzimmer

Entretenimento em 3D

Da mesma forma é possível acompanhar a movimentação dentro da casa através das webcams instaladas em todos os ambientes. A mesma tecnologia permite desligar luzes ou aparelhos que foram esquecidos ligados. Ligá-los de longe não é possível por questões de segurança, conta a funcionária.

Máquinas inteligentes economizam energia

A sala de estar da casa digital naturalmente dispõe da mais moderna eletrônica de entretenimento, apresentada por vários expositores da maior e mais antiga feira de tecnologia e produtos eletrônicos da Europa. Os televisores 3D estão, é claro, incluídos. Mas os monitores não transmitem apenas programas de televisão e filmes de cinema: num apertar de botão, mostram a planta baixa da casa e sinalizam janelas abertas, por exemplo.

IFA 2010 E-Haus volle Kontrolle

Painel mostra consumo dos aparelhos em funcionamento

Como todos os aparelhos são monitorados através do painel de controle ou do telefone celular, pode-se visualizar quanta energia está sendo consumida pelos aparelhos ligados e quanto isso está custando naquele momento.

Os eletrodomésticos, como a máquina de lavar, "consultam" na internet os preços da energia, para, por exemplo, efetuar a lavagem da roupa em momentos de maior economia.

A tecnologia da casa automatizada permite ao morador assistir ao final do filme no espelho do banheiro, enquanto escova os dentes, ou personalizar a temperatura da água para o banho.

IFA 2010 E-Haus Garage mit Stromtankstelle

Abastecimento na própria garagem

A eletrônica se estende ao porão, onde há um aquecedor solar, e à garagem, onde se pode abastecer o carro movido a energia solar, através de um sistema fotovoltaico próprio.

Por fim, o consumo de energia é medido e avaliado através de medidores inteligentes (Smart Meter), que enviam, pela internet, as informações sobre o consumo diretamente à empresa fornecedora.

"Esta não é uma casa futurística, mas o presente. Estamos tendo uma grande procura e um grande interesse aqui na IFA", afirma Schmieder.

Autor: Manfred Böhm (rw)
Revisão: Alexandre Schossler

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados