1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Carro-bomba explode próximo ao Banco Central da Grécia

Poucas horas antes de a Grécia voltar ao mercado de capitais, um carro com explosivos foi detonado perto do Banco Central em Atenas. Ninguém saiu ferido. Segundo a polícia, telefonemas anônimos alertaram sobre atentado.

Um carro-bomba explodiu próximo ao prédio do Banco Central no centro de Atenas na manhã desta quinta-feira (10/04), um dia antes da visita da chefe alemã de governo à Grécia. Segundo informações da polícia e de testemunhas, ninguém saiu ferido no atentado. A explosão danificou as janelas de diversos edifícios adjacentes.

De acordo com a polícia, o carro com explosivos estava estacionado a um quarteirão do Banco Central da Grécia. Nas imediações do prédio também estão localizadas as representações do Banco Central Europeu (BCE), da União Europeia (UE) e do Fundo Monetário Internacional (FMI).

A explosão destruiu completamente o automóvel. Somente partes do motor ficaram reconhecíveis. Antes da explosão, dois desconhecidos advertiram do atentado em telefonemas a um jornal grego e a um portal de internet, cerca de uma hora antes da explosão, que aconteceu às 5h55 (hora local).

Segundo fontes policiais, os telefonemas anônimos alertaram que se tratava de 70 quilos de explosivos. Os investigadores desconfiam que grupos esquerdistas ou anarquistas estejam por trás das explosões. Até agora, no entanto, ninguém assumiu a autoria do atentado.

Crise de endividamento

Griechenland Zentralbank

Várias janelas foram danificadas em lojas próximas ao Banco Central da Grécia

Na Grécia, a violência de motivação política não é novidade. No entanto, com o início da crise de endividamento há quatro anos, aumentou o número de atentados a bomba. A explosão desta quinta-feira ocorreu poucas horas antes do retorno do país endividado ao mercado de capitais. Nos anos anteriores, para evitar uma inadimplência estatal da Grécia, os países da zona do euro e o Fundo Monetário Internacional (FMI) tiveram de ajudar o país com dois pacotes de ajuda financeira.

Para esta sexta-feira, está planejada uma visita da chanceler federal alemã, Angela Merkel, a Atenas. Merkel deverá se encontrar com o primeiro-ministro grego, Antonis Samaras, para conversar sobre o estado da contenção da crise de endividamento.

CA/afp/dpa/rtr

Leia mais