1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Carro-bomba deixa dezenas de vítimas no Iêmen

Autoria do ataque ainda não foi reivindicada, mas braço da Al Qaeda no país já realizou ofensivas semelhantes. Ocidente e Golfo Pérsico temem que instabilidade dê mais espaço à organização terrorista.

Um carro-bomba explodiu em frente a uma academia de polícia na capital do Iêmen, Sanaa, nesta quarta-feira (07/01), matando ao menos 30 pessoas e ferindo mais de 50, segundo policiais e testemunhas.

Ninguém reivindicou o ataque até o momento, mas o braço da Al Qaeda no país – a Al Qaeda na Península Arábica – já realizou ofensivas semelhantes. Washington considera esse o mais perigoso ramo da organização terrorista no mundo e afirma que ele teria envolvimento em diversos ataques malsucedidos nos EUA.

Um conflito sectário iniciado após uma revolta popular em 2011, que levou a uma mudança no poder e a rachas no Exército, se deteriorou desde setembro passado, quando rebeldes xiitas conhecidos como houthis assumiram o controle da capital Saana e de outras áreas do país.

A Al Qaeda na Península Arábica já realizava ofensivas pelo Iêmen e vem colocando em prática ainda mais ataques com bomba e tiroteios desde o avanço dos houthis. As vítimas da academia de polícia desta quarta-feira incluíam tanto rebeldes houthis quando cadetes da polícia, segundo testemunhas.

Países do Ocidente e do Golfo Pérsico temem que mais instabilidade enfraqueça o governo do Iêmen, dando ao braço da Al Qaeda mais espaço para planejar ataques fora do país.

LPF/rtr/ap

Leia mais