Capitão Thiago Silva diz que Seleção ganha com ida de Neymar para o Barça | Fique informado sobre tudo o que acontece na Copa do Mundo | DW | 28.05.2013
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Capitão Thiago Silva diz que Seleção ganha com ida de Neymar para o Barça

Na apresentação para a Copa das Confederações, zagueiro garante que atacante vai amadurecer como jogador com a camisa do clube espanhol e pode ajudar a dar mais experiência ao time de Luiz Felipe Scolari.

O zagueiro Thiago Silva disse nesta terça-feira (28/05) que a ida de Neymar para o Barcelona será boa não só para a carreira do atacante, mas também para a seleção brasileira – que, num período de transição de gerações, precisa, além de talentos, de nomes que agreguem experiência.

"É claro que a gente só pode afirmar ou criticar depois que ele chegar lá e tiver jogado, mas a transferência certamente foi boa pra ele", disse o capitão da seleção brasileira por telefone à DW Brasil, pouco antes da apresentação para a Copa das Confederações num hotel no Rio de Janeiro. "No meu modo de ver, a ida dele para o Barcelona só tem a acrescentar para ele, como jogador, e para a seleção brasileira."

Aos 28 anos, Thiago Silva é um dos nomes mais experientes da seleção convocada para a Copa das Confederações – e um dos poucos, ao lado de Júlio César, Daniel Alves e Fred, a já terem participado de uma Copa do Mundo. Na Europa desde 2009, o zagueiro diz ter vivido um processo de amadurecimento dentro de campo com as camisas do Milan e do Paris Saint-Germain e espera que aconteça o mesmo com Neymar na Espanha.

Bildergalerie Brasilianische Sportler Olympischen Sommerspiele 2012

Neymar com a camisa da seleção

"Depois de seis ou sete meses de adaptação, tenho certeza que ele voltará um jogador ainda melhor", diz Thiago. "Lá, como aconteceu comigo e com o Lucas no Paris Saint-German, ele aprenderá outra forma de pensar, de enxergar o jogo. Como bom jogador, ele não terá qualquer problema de adaptação."

A seleção brasileira começou a se apresentar nesta terça-feira para a Copa das Confederações, que começa no próximo dia 15 de junho. Antes, porém, o time comandado por Luiz Felipe Scolari fará dois amistosos. No domingo, na reabertura do Maracanã, joga com a Inglaterra. E no dia 9, enfrenta a França na Arena do Grêmio, em Porto Alegre.

Leia mais