1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Caos gelado na Alemanha

Formação de gelo nas ruas do país causa milhares de acidentes, três pessoas morrem.

default

Motoristas europeus sofrem com o gelo nas estradas

O período entre a tarde do domingo (6) e a manhã desta segunda-feira foi marcado, na Alemanha, pelos altos índices de acidentes provocados pela formação de gelo nas calçadas e nas ruas. Apenas no Estado da Renânia do Norte-Vestfália, a polícia registrou 1700 acidentes.

O número de feridos atingiu 120 e os danos materiais estão avaliados em mais de três milhões de euros. Os Estados mais atingidos pelo problema do gelo nas ruas foram Saxônia, Baixa Saxônia, Turíngia e Saxônia-Anhalt.

Os motoristas ainda deverão enfrentar problemas na manhã desta terça-feira, mas a temperatura deve subir nos próximos dias com possibilidade de garoa, segundo o serviço meteorológico alemão.

O espelho de gelo formado em muitas ruas alemãs causou a morte de uma mulher no norte de Hessen e a de duas pessoas numa estrada da Saxônia. Outro fator que contribuiu para este tipo de acidente foi a densa neblina do domingo.

A situação crítica chegou a fechar algumas estradas no oeste da Alemanha, liberadas no decorrer desta segunda-feira. As cidades também tiveram seus problemas para enfrentar o gelo das ruas. Em Colônia, mais de 300 acidentes foram registrados num intervalo de seis horas.

Navios – As baixas temperaturas prejudicaram não só o transporte terrestre como também o marítimo. Pela primeira vez em cinco anos, o canal de interligação dos rios Meno e Danúbio, no sul do país, teve de ser fechado num trecho de 130 quilômetros de extensão. Mais de 20 navios ficaram encalhados numa camada de gelo com 1,20 metro de espessura.

Recomendações – O Automóvel Clube da Alemanha dá algumas dicas de como dirigir nas pistas congeladas: é recomendável testar a aderência do carro freando em ruas retas, manter sempre uma boa distância do carro da frente, dirigir na faixa da direita, onde há maior movimento e geralmente menos gelo e, principalmente, evitar fazer movimentos bruscos com o volante nos momentos de descontrole do veículo.