1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Canadá vai encerrar ataques aéreos ao "Estado Islâmico"

Primeiro-ministro recém-eleito, Justin Trudeau, comunica a Obama a decisão de retirar os seis jatos do país que estão na Síria e no Iraque. Novo líder canadense não especifica quando isso vai acontecer.

O futuro primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, informou nesta terça-feira (20/10) o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, de que vai encerrar a participação canadense nos ataques aéreos contra o grupo extremista "Estado Islâmico" (EI) no Iraque e na Síria.

Apesar de o Canadá se manter como um "forte membro da coligação contra o grupo extremista 'Estado Islâmico'", Trudeau disse que explicou a Obama que, durante a campanha eleitoral, assumiu o compromisso de acabar com a missão de combate.

O líder canadense não detalhou, porém, quando a participação na coligação internacional vai acabar. O Canadá participa com seis caças dos ataques aéreos liderados pelos EUA.

As eleições federais canadenses desta segunda-feira deram a maioria absoluta ao Partido Liberal, de Trudeau, após quase uma década de governo conservador. Trudeau, de 43 anos, filho do antigo primeiro-ministro Pierre Trudeau (1968 a 1979), vai liderar o governo.

Os liberais conquistaram 184 dos 338 assentos da Câmara dos Comuns (câmara baixa do Parlamento). Na legislatura anterior, eles eram a terceira força política.

AS/lusa/ap/afp

Leia mais