1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Campanha eleitoral francesa entra na sua "fase quente"

O anúncio da candidatura do primeiro-ministro socialista Lionel Jospin à Presidência da França deu início à chamada "fase quente" da campanha eleitoral francesa.

default

Jospin (esq.) e Chirac (centro), com o chanceler alemão Schröder

O primeiro turno das eleições presidenciais francesas será realizado no dia 21 de abril e contará com um total de quase vinte candidatos. Contudo, os resultados de pesquisas sobre intenção de voto dão como praticamente certo que o segundo turno, no dia 5 de maio, será uma repetição do duelo de 1995 entre Jacques Chirac e Lionel Jospin. O pleito poderá ter um resultado final igualmente apertado: há sete anos, o vitorioso Chirac teve apenas 4% mais votos que o seu concorrente socialista.

Desta vez, os candidatos à Presidência da França disputarão um mandato de cinco anos. Através de decisão por plebiscito, a duração do mandato do chefe de Estado franceses foi reduzida em dois anos.

Plataforma ampla

A plataforma eleitoral apresentada por Lionel Jospin foi bem mais ampla que a do seu concorrente Chirac. Caso eleito, o candidato socialista promete concentrar seu mandato em cinco diretrizes: a França deve tornar-se ativa, segura, justa, moderna e forte. Entre as prioridades citadas por Jospin estão uma contínua redução do desemprego, maior segurança pública e maior empenho por uma posição destacada da França dentro da Europa.

Lionel Jospin é primeiro-ministro do governo de coalizão da esquerda desde 1997. Além do Partido Socialista, do qual Jospin foi presidente de 1981 até 1988, a coligação governamental é formada também pelos Verdes e pelos comunistas.

Segurança é tema prioritário

Ao anunciar a candidatura à reeleição, há dez dias, Jacques Chirac não fez qualquer referência à sua plataforma eleitoral. Somente no início desta semana é que o presidente francês citou a segurança interna como tema prioritário da sua campanha eleitoral.

Chirac é presidente da França desde 1995. O antigo prefeito de Paris já concorreu ao cargo três vezes, tendo sido derrotado por Mitterrand em 1981 e em 1988. A campanha eleitoral deste ano é, assim, a sua quarta disputa pelo cargo máximo da República francesa.