Caminho da Democracia 1959-1969: Bernstein, Cage, Lachenmann, Stockhausen, Kagel, Ligeti | Página especial sobre o Festival Beethovenfest, em Bonn | DW | 24.09.2009
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Beethovenfest

Caminho da Democracia 1959-1969: Bernstein, Cage, Lachenmann, Stockhausen, Kagel, Ligeti

Série de concertos em Bonn traça paralelos entre seis décadas de história política da República Federal da Alemanha e a vida musical do país na época, sempre em locações históricas.

default

Pianista Stefan Litwin

O Palácio Schaumburg é possivelmente o sítio mais belo no Caminho da Democracia traçado durante o Beethovenfest 2009. Ele foi a residência de uma princesa prussiana e, mais tarde, de cinco chefes de governo alemães.

Aqui, o pianista Stefan Litwin teve a tarefa de ilustrar a década de 1959 a 1969, e demonstrou que a música pode estar éons à frente da política.

Nascido no México, Litwin tornou-se conhecido por elaborar programas sérios, mas, ao mesmo tempo, cheios de variedade e divertidos. Este concerto incluiu a cativante Anniversaries de Bernstein, Variations II de John Cage, baseadas em textos de uma entrevista com Bob Dylan, uma estimulante obra de juventude do alemão Helmut Lachenmann e um clássico moderno de Stockhausen.

E escutar no antigo escritório do chanceler federal Konrad Adenauer o Poème symphonique de György Ligeti, para 100 metrônomos, todos em andamentos diversos, foi uma experiência fascinante.

Programa

Leonard Bernstein (1918-1990)
Anniversaries

John Cage (1912-1992)
Variations II (duas versões, com textos de Bob Dylan)

Helmut Lachenmann (1935)
Wiegenmusik

Karlheinz Stockhausen (1928-2007)
Klavierstück IX

Mauricio Kagel (1931-2007)
MM 41 para piano e metrônomo

Gyorgy Ligeti (1923-2006)
Poème symphonique para 100 metrônomos

Intérpretes
Stefan Litwin (piano)

Concerto gravado pela Deutsche Welle em 6 de setembro de 2009, no Palácio Schaumburg, Bonn.

ab/av