1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Cameron defende renúncia de Blatter

Em Berlim, premiê britânico afirma ser impensável que dirigente suíço possa levar a Fifa adiante. Merkel exige fim da corrupção no órgão máximo do futebol mundial.

O primeiro-ministro britânico, David Cameron, e a chanceler federal alemã, Angela Merkel, apelaram nesta sexta-feira (29/05) em Berlim pelo fim da corrupção na Fifa. Cameron foi mais incisivo e pediu a renúncia do presidente da entidade, Joseph Blatter, devido às recentes acusações de corrupção contra o órgão.

"Na minha opinião, ele deveria sair", afirmou o premiê britânico após um encontro com Merkel. "Quanto antes, melhor", acrescentou, observando ser "impensável" que o suíço possa levar a Fifa adiante. "Você não pode ter acusações de corrupção neste nível e nesta escala nesta organização e fingir que a pessoa que atualmente a lidera é a pessoa certa para levá-la adiante", disse. "Estamos vendo o lado feio de um jogo bonito", comentou.

Já Merkel se esquivou de citar Blatter, mas cobrou total transparência na entidade máxima do futebol mundial. "Para mim, o mais importante é que seja dado um fim à corrupção lá [na Fifa] e que retorne a transparência", disse. "O lado sujo, como acabou de dizer David Cameron, tem que ser eliminado", completou a chefe de governo alemã.

MD/rtr/afp/dpa


Leia mais