1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Calor interdita cúpula do Parlamento alemão

Administração do prédio suspendeu visitas a um dos pontos turísticos mais populares de Berlim, após temperatura interna chegar aos 44 graus. Fim de semana mais quente do ano na Alemanha teve praias e lagos lotados.

A onda de calor que afeta a Alemanha impediu neste domingo (05/07), que turistas visitassem a cúpula do Reichstag, o prédio do Parlamento alemão, um dos pontos turísticos mais populares de Berlim. O lugar está interditado desde o sábado, quando, dentro da cúpula, os termômetros chegaram a marcar 44 graus Celsius, e alguns visitantes apresentaram problemas de saúde. Neste domingo, as temperaturas superaram os 40 graus no lugar, e a administração do edifício optou por manter as visitas suspensas. O terraço do prédio histórico e o restaurante situado junto à cúpula abriram normalmente.

O fechamento temporário da cúpula de vidro do Reichstag, projetada pelo arquiteto Norman Foster, ocorre em meio a uma das piores ondas de calor dos últimos anos na Alemanha. O Serviço Meteorológico Alemão (DWD) chegou a medir no sábado máxima de 39,2 graus Celsius na cidade de Bad Dürkheim, no oeste do país, temperatura próxima ao recorde de 40,2 Celsius, registrados em agosto de 2013.

Acidentes nos balneários

Neste que já é considerado o fim de semana mais quente do ano na Alemanha, praias e lagos ficaram locados em todo o país, e os acidentes nos balneários se multiplicaram. Pelo menos 12 pessoas morreram em lagos, rios e na beira-mar. Outras ainda estavam desaparecidas neste domingo.

Em terra, o calor também fez muitos passar mal. Pelo menos duas pessoas ficaram gravemente feridas ao serem atingidas por raios durante tempestades de verão. Árvores caíram, fechando ruas, e porões foram inundados.

MD/dpa/afp

Leia mais