Calor e moda marcam o verão berlinense | Cultura europeia, dos clássicos da arte a novas tendências | DW | 09.07.2010
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Calor e moda marcam o verão berlinense

Semana da moda se espalha pela capital alemã e apresenta novidades para o próximo verão. Pela seção Thekey.to, estilista brasileira estreia em Berlim com moda sustentável.

default

Desfila da marca Christina Duxa Couture

A Alemanha vive dias de altas temperaturas nesse início de verão europeu, e Berlim já adianta as tendências da próxima estação quente. Até 11 de julho, as passarelas tomam conta da capital – a programação da Berlim Fashion Week se espalha por várias localidades.

A semana berlinense dedicada à moda acontece duas vezes por ano e ocupa, inclusive, lugares históricos famosos. A praça Bebelplatz, por exemplo, foi tomada por uma tenda gigantesca que abriga modelos, fashionistas e convidados vips, com shows organizados pela Mercedes Benz Fashion .

Há ainda outros eventos paralelos como o 5 elements.berlin, que exibe moda íntima e de praia no Palais am Funkturm; o Thekey.to, com as novidades da moda ecologicamente correta e sustentável; o ShowFloor Berlin, no bairro de Kreuzberg, e o Bread & Butter, que acontece no antigo Aeroporto Tempelhof.

Flash-Galerie Berlin Fashion Week 2010 Label Boss Black

Boss Black traz tons de pink para o verão de 2011

As novidades

Até o fim da maratona serão 70 desfiles para um público estimado em 12 mil consumidores e empresários da moda. As apresentações mais importantes dessa edição são das marcas Boss Black, Calvin Klein e Michalsky.

No primeiro dia do evento, na quarta-feira (07/07), Calvin Klein entrou na passarela enquanto a Alemanha perdia a vaga na final do Mundial para a Espanha. Foi a primeira vez que a grife norte-americana participou do evento em Berlim.

Na quinta-feira foi a vez de Boss Black, da Hugo Boss, e da moda elegante para homens e mulheres. Já o estilista alemão Michael Michalsky, que vive e trabalha em Berlim, desfila suas novidades nesta sexta-feira (08/07).

Flash-Galerie Fashion Week Berlin

Sugestões de looks que devem ser moda no próximo verão

A moda verde do Brasil

Dentre os estilistas que fazem criações pensando na natureza está a brasileira Flávia Aranha. A paulista de 26 anos já trabalhou para marcas conhecidas, mas decidiu se dedicar à moda sustentável: roupas de algodão orgânico tingidas com pigmentos naturais.

É a primeira vez que Flávia Aranha desfila sua coleção fora do Brasil – com estreia internacional na Alemanha. A marca foi inaugurada em novembro de 2009 e o convite para participar da Fashion Week em Berlim aconteceu em solo brasileiro.

Depois de uma visita de uma compradora alemã, Flávia soube da seção da Berlim Fashion Week especialmente dedicada à moda verde: "Percebemos que existe um mercado muito interessante nessa área para minha coleção. Quando entramos em contato com a Thekey.to, eles tiveram muito interesse em ter a marca no evento por ser um produto que alia design a sustentabilidade."

Plantas brasileiras

O trabalho da estilista explora a diversidade de plantas nativas brasileiras que oferecem uma grande variedade de pigmentos naturais. Urucum, espinafre, açafrão-da-terra, acácia e romã se transformam em cores vivas estampadas nas roupas – sem poluir o meio ambiente.

Os modelos criados pela brasileira abriram nesta quinta-feira o desfile da seção ecologicamente correta, Thekey.to, que passou a fazer parte da programação da Berlim Fashion Week há três anos.

"Estamos tendo bons resultados com compradores e estamos negociando com lojas, na Alemanha, Suíça, Bélgica e Inglaterra. Também estou negociando com um showroom do Japão, que inclusive já fez um primeiro pedido para testar no mercado", comemora Flávia.

Autora: Nádia Pontes

Revisão: Carlos Albuquerque

Leia mais