Cai demanda por ajuda social prolongada na Alemanha | Notícias sobre política, economia e sociedade da Alemanha | DW | 11.07.2016
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Cai demanda por ajuda social prolongada na Alemanha

Número dos dependentes do auxílio estatal por tempo superior a quatro anos registrado em 2015 é o menor desde a introdução na Alemanha do benefício denominado Hartz IV em 2005. Queda foi de 7,9% em relação a 2014.

O número de beneficiários de longo prazo do auxílio social para desempregados – popularmente conhecido como Hartz IV – caiu acentuadamente na Alemanha pela primeira vez, segundo reportagem publicada nesta segunda-feira (11/07) pelo jornal Bild.

Conforme o periódico, dados da Agência Federal do Trabalho revelam que no final de 2015 quase 2,6 milhões eram sustentados há mais de quatro anos pelo benefício. O número é 7,9% menor do que em dezembro de 2014, quando 2,8 milhões se encontravam nessa situação. Esta seria a menor cota desde a introdução desta modalidade de subsídio no país, em janeiro de 2005.

A maioria dos beneficiários de longa data do Hartz IV está no estado de Saxônia-Anhalt, no Leste do país, onde 54,5% dos que recolhem a ajuda são sustentados já o fazem há mais de quatro anos. Em Berlim e Brandemburgo, a percentagem é de 53,4%, segundo levantamento citado pelo Bild. Com 37,7%, o estado de Baden-Württemberg, no sul, tem o menor número de beneficiários de longa data.

A parcela dos que dependem do Hartz IV há mais de quatro anos é especialmente alta entre os mais idosos. Segundo a publicação, a cota é de 66,3% entre maiores de 55 anos, 48,3% entre crianças de 7 a 15 anos e 42,2% entre mães solteiras.

MD/afp/rtr

Leia mais