1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Cada vez mais variada a oferta de pães na Alemanha

Pão branco, pão preto, pão de centeio: os padeiros alemães há muito não se limitam a oferecer apenas os tipos tradicionais de pães.

default

São incontáveis os tipos de pão existentes na Alemanha

Um exemplo de criatividade na panificação é dado, entre outros, por Peter Görtz, da cidade de Neuhofen, na Renânia-Palatinado. Aproveitando o entusiasmo dos alemães pelos aspargos, ele juntou pedaços desta verdura fresca, que só existe no mercado no início da primavera, a uma massa do pão branco, também preparada com caldo de aspargos. Nasceu, assim, mais uma especialidade sazonal, que faz disparar os corações dos gourmets da sua região. Ele não consegue assar tanto "pão de aspargos" como seria necessário para atender à enorme demanda.

Segundo os especialistas, é quase impossível dizer quantos produtos existem na Alemanha, criados por padarias locais, ao estilo do "pão de aspargos" de Peter Görtz. Pois, ao contrário de produtos industriais, eles não precisam ter registro e autorização de venda, para serem comercializados. As exceções são os alimentos produzidos – mesmo de forma artesanal – com a utilização de ingredientes geneticamente manipulados: nestes casos, o registro e a análise química do produto são exigidos.

Enorme variedade

A onda de novidades no setor da panificação é enorme. No norte da Alemanha, por exemplo, existe um "pão de turfa", criado naturalmente na região de turfeiras, próximo ao Mar do Norte. Ao "pão de algas", criado há cerca de dois anos na cidade de Klötze, na Saxônia-Anhalt, são atribuídas qualidades terapêuticas.

Rainer Gassen, porta-voz da Confederação dos Padeiros Alemães: "A concorrência é grande e, por isso, é preciso sempre ter novas idéias. Quando o padeiro tem boas idéias, ele é recompensado com os negócios no balcão." Os consumidores são abertos a novas experiências, mas muito exigentes. E desejam ter uma grande variedade de pães à disposição.

O criador do "pão de aspargos", Peter Görtz, já inventara antes outros produtos do setor. Como um "pão de cerveja". Mas a sua criação recente é a de maior sucesso. De olho na concorrência, ele não revela grandes detalhes da receita. Apenas o teor de aspargos: 110 gramas para cada quilo de massa de pão.

Links externos