1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Cada vez mais enxutos

Embora mais velhos, muito mais dinâmicos. Ao mesmo tempo em que cresce a população de pessoas acima de 55 anos na Alemanha, esta faixa etária se sente e se comporta como se fosse 15 anos mais jovem.

default

Avós modernas não ficam mais em casa fazendo tricô

A alta qualidade de vida e a boa assistência médica, associados ao aumento do número de casais que abdica de ter filhos, estão provocando a inversão da pirâmide etária em toda a Europa. Na Alemanha, por exemplo, 20% dos habitantes têm mais de 60 anos.

Acompanhando esta tendência, o mercado alemão está reagindo ao envelhecimento da sociedade. Pesquisas apontam que pessoas com mais de 55 anos de idade ainda têm plena saúde física e mental e se sentem pelo menos 15 anos mais jovens. Além disso, dispõem de tempo e condições financeiras para satisfazer não só suas necessidades, mas também para realizar eventuais sonhos.

Uma pesquisa do Instituto Emnid apontou que, diferentemente de anos atrás, entre as características da meia-idade contemporânea estão a simpatia, a preocupação em manter a saúde, a abertura para novas amizades e novas atividades e o prazer em gastar dinheiro.

Os "velhos jovens" de hoje em dia, um fenômeno que não se restringe ao Velho Mundo, estão muito melhor integrados na sociedade que 20 anos atrás. Na pesquisa, apenas 19% dos entrevistados com mais de 55 anos revelaram sentir-se sós (em 1984, haviam sido 36%). Seu círculo de contatos restringe-se a amigos (84%), vizinhos (77%), os filhos (66%) e netos (44%).

Modernos meios de comunicação – Computador, internet e celular não são mais considerados bichos de sete cabeças. Ao menos uma vez por semana é a freqüência com que 17% dos representantes da meia-idade alemã surfa na internet. Já 25% dispõem de celular e 9% enviam mensagens SMS. Também as compras pela internet e a administração da conta bancária a partir do computador são praticados por 5% e 10%, respectivamente.

Os responsáveis pela pesquisa acreditam que a preocupação com a saúde e a disposição em fazer compras deve aumentar mais ainda nas próximas décadas. Já hoje, 84% praticam esportes para se manterem em forma (há 12 anos, eram 54%). O ciclismo, as caminhadas e a natação são os esportes preferidos, sendo que a ginástica (com 32%) revelou-se a modalidade preferida pelas mulheres. A ginástica é um esporte que as acompanha mesmo na idade avançada: 72% das entrevistadas com mais de 75 anos a praticam regularmente.

As viagens de férias são outro filão de mercado que já despertou para as pessoas de meia-idade ou mais, através do oferecimento de pacotes especiais. A metade ainda viaja regularmente de férias, sendo que 20% freqüentam spas. A metade das pessoas de terceira-idade que participaram da pesquisa do Emnid declarou sentir-se feliz ao comprar alguma coisa nova.

Com tanto otimismo, justifica-se por que 22% não gostam de abordar o tema "morte". Inclusive 77% são a favor da eutanásia para quem sofre de doenças incuráveis. No leste da Alemanha, esta opinião inclusive foi defendida por 86% dos entrevistados.

Leia mais

Links externos