1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

"Cada partida do Schalke deve ser uma final", diz Rafinha

O lateral fala das chances da equipe de Gelsenkirchen ser campeã, da vontade de voltar a disputar a Liga dos Campeões e do sonho de ser convocado para a seleção brasileira.

default

Rafinha: Schalke tem grandes chances de conquistar o título de campeão alemão de 2007

O lateral Márcio Rafael Ferreira de Souza, o Rafinha, é um dos destaques do Schalke, um dos principais candidatos ao título de campeão alemão de 2007. Sensação do Coritiba em 2005, o passe do jogador foi comprado no mesmo ano pelo clube de Gelsenkirchen.

Na atual temporada, o brasileiro é um dos responsáveis pela boa campanha do Schalke, se destacando também no ataque, com seus passes e assistências.

Rafinha conversou com a DW-WORLD sobre as chances do Schalke na Bundesliga e o sonho de defender a seleção brasileira.

DW-WORLD : A liderança do Schalke era cômoda e depois da derrota para o Bayern a situação se complicou um pouco. Ainda assim, são grandes as chances de o Schalke ser campeão?

Rafinha: Sim, temos grandes chances de conquistar o título, o importante é que todos os jogadores do Schalke encarem cada partida como se fosse uma final. Estamos apenas dois pontos à frente do Bremen. Não podemos desperdiçar nada, temos de ganhar todas as partidas que ainda faltam.

O que o Schalke tem para ser campeão que as outras equipes não têm?

No Campeonato Alemão, todas as equipes são boas. Nossas chances são melhores porque estamos conseguindo resultados positivos que antes não conseguíamos, porque estamos jogando muito bem e porque a equipe está muito unida. Creio que, com a ajuda de Deus, seremos campeões.

Mas para isso não se pode perder partidas decisivas, como a contra o Bayern.

Na Bundesliga, todas as equipes são boas e todos os jogos são complicados. Não há equipes fáceis no futebol alemão, todos querem ganhar e entram em campo em busca da vitória. É quase normal ser derrotado de vez em quando. O decisivo é, depois de uma derrota, se concentrar para enfrentar o próximo rival e vencer.

Quais são os seus candidatos para primeiro, segundo e terceiro lugar da temporada?

Não tenho candidatos, só quero que o Schalke seja o primeiro. Eu penso apenas em ganhar o campeonato.

Você está certo de que o Schalke será campeão?

Não, eu não posso assegurar nada. O futebol é complicado. Quem sabe o que vai acontecer amanhã. Só Deus. Sei que, se mantivermos a qualidade, se jogarmos bem e ganharmos, poderemos ser campeões. Meus companheiros e eu trabalhamos para isso, todos queremos o título.

E voltar a jogar na Liga dos Campeões, que não tem deixado um balanço positivo para o Schalke.

Sim, estou certo de que vamos conseguir uma vaga para a liga e quando estivermos novamente lá, queremos fazer boas partidas. Temos uma boa equipe para enfrentar os melhores da Europa. Ficaria contente se voltássemos a ter uma oportunidade de jogar nesse nível.

Oportunidade que abriria para você as portas da seleção brasileira...

Estou trabalhando muito para ser levado em conta, tenho isso em mente em cada partida e procuro dar o melhor de mim. Além disso, treino com muita dedicação, sei que só assim posso conquistar uma oportunidade na seleção do meu país. O técnico Dunga está me observando, acompanhando o que acontece aqui. Espero que tudo dê certo para que eu possa realizar esse sonho e, em junho, poder vestir a camisa da seleção na Copa América. Se eu for campeão com o Schalke, as chances de chegar à seleção aumentam 100%.

Leia mais