1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Sua Opinião

BUSH E O ESQUEMA DE SEGURANÇA

Política internacional, tecnologia, meio ambiente, religião e a Copa 2006 foram os temas comentados esta semana por nossos usuários.

default

Polícia controla moradores da cidade de Mainz

Não só é exagero, como idiotice, atender às exigências de segurança do Senhor Bush.

Ele que cuide primeiro da economia falida do país dele. Se autoproclamar missionário da paz e da democracia é, no mínimo, tachar-nos de desprovidos de inteligêngia, ou seja, chamar-nos de burros.

Antonio Roberto

Acho ridículo esse “esqueminha” de segurança. Agora as pessoas são obrigadas a ficar em casa por causa de um presidente que só incita à guerra no mundo e se diz um "missionário da liberdade e da democracia no mundo"?! Onde estão os direitos dessas pessoas? O pior de tudo é o governo alemão ainda ter relações com esse país de pessoas medíocres que acham que podem mandar no mundo!!!

Leandro

IMPORTAÇÃO DE TECNOLOGIA

A cooperação entre países, empresas e pessoas é extremamente saúdavel, e devemos aproveitar as experiências vividas e desenvolvidas para obtermos progresso e qualidade de vida no presente.

Marco Antônio Faveri

MEGAFUSÕES – TENDÊNCIA MUNDIAL

Acredito que as fusões e aquisições ocorridas nos últimos anos são movimentos típicos e irreversíveis do capitalismo. Quando nasceu, o capitalismo procurou diversas formas de maximização da sua "força motriz": o capital. A fase seguinte encontrou uma forma mais adequada de agregação gigantesca de capital: o chamado capitalismo monopolista. Atualmente, com a globalização mais e mais abrangente e as regras antitrustes cada vez mais rígidas, o capitalismo encontrou novamente uma forma eficaz para continuar a movimentação de capitais rumo à concentração: as fusões e aquisições.

Se os órgãos reguladores dos mercados de capitais intensificarem a vigilância sobre as grandes corporações e seus gigantescos agrupamentos, não vejo ameça alguma à economia mundial.

Parabenizo todos vocês da Deutsche Welle pela ampla, completa, detalhada e agradável cobertura que fazem sobre os principais eventos neste mundo contemporâneo.

Paulo Willian

DIVISÃO DO CRISTIANISMO

É sem dúvida inevitável que existam estas duas interpretações bíblicas, pois ao passo que a Igreja Protestante insiste em uma interpretação mais literal das escrituras, a Igreja Católica romana foi construindo sua interpretação bíblica a partir de influências de crenças pagãs, superstições e interesses comerciais e políticos do clero romano. É certo também que, quando Lutero divulgou as 95 teses em Wittenberg, deu início a um processo de cisão dentro do cristianismo, que inexoravelmente incitou a uma reação exagerada por parte da Igreja romana e seus reinos aliados da Europa, culminando com a noite de São Bartolomeu na França. Essa reação gerou, entretanto, uma contra-reação violenta por parte de alguns dos novos Estados protestantes, como na revolução parlamentar na Inglaterra, liderada por Oliver Cromwell. Esses movimentos, e muitos outros ocorridos antes e depois da Reforma no século 16, provam que a Igreja, enquanto for dirigida e administrada por homens, e algo que seja diferente disso é utópico, sempre vai ter uma, duas, ou mais diferentes visões e interpretações bíblicas, pois esse debate de idéias é inerente ao ser humano.
Alexandre Araújo

COOPERAÇÃO CINEMATOGRÁFICA BRASIL–ALEMANHA

Fiquei muito entusiasmado com a notícia da renovação e ampliação do acordo de cooperação cinematográfica entre Brasil e Alemanha e estou apostando nos resultados imediatos desse acordo. Quero acreditar, com Orlando Sena, que há uma política de Estado para a cultura. Como cinéfilo e professor de literatura, me agrada muito conhecer estas possibilidades de intercâmbio. Procuro acompanhar as produções recentes da Alemanha apostando sempre nos diretores que me alimentam o espírito.

Luiz Fernando Medeiros de Carvalho

PERDÃO DAS DÍVIDAS

Os países emergentes estão mostrando que têm vontade de crescer economicamente, e o perdão da dívida destes países facilitaria a economia e finanças, podendo até os próprios países emergentes ajudarem aos mais pobres, tirando o mundo da extrema miséria.

Com relação aos EUA, a rejeição deste país não demonstra vontade de ver outros países em situação mais confortável e por outro lado eles, os EUA, continuariam mantendo a hegemonia mundial.

Espero que os países do continente europeu que pertencem ao G-7 mantenham este propósito de ajuda aos outros, e aí seria uma cadeia de humanidade.

Jorge Eduardo Benevides

COPA 2006 – BRASILEIROS EM COLÔNIA

Acredito que o povo europeu, especialmente os alemães, sentirão entusiasmados o calor e a alegria da torcida brasileira. É uma honra para a mais gloriosa de todas as confederações futebolísticas – a brasileira – ficar sediada numa cidade de indiscutível beleza e importância histórica que é Colônia.

Henrique Lopes Lemos Oliveira


PRESERVAÇÃO DO MEIO AMBIENTE

O Brasil é um dos países que mais têm leis ambientais. Certo? O que falta para que essas leis sejam obedecidas é uma coisa muito simples, da qual muitas pessoas não se dão conta: fiscalização, multas pesadas e prisão para quem não obedecer às leis, seja lá quem for.

Tenho observado que muitos países enviam recursos financeiros para ajudar na preservação, mas não enviam e nem contratam pessoas que venham vigiar, fiscalizar e observar se o dinheiro enviado está sendo aplicado corretamente. Bem, o assunto é muito extenso. Eu gostaria de manter contato com pessoas ou entidades ambientalistas, a fim de poder ajudá-las nesta questão.

Gastão Mamede de Godoy