1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Bundesliga espera mais dinheiro das TVs

Os clubes de futebol alemães querem que as emissoras de televisão paguem mais pelos direitos de transmissão dos jogos da Bundesliga e da 2ª Liga. Do novo contrato depende a qualidade do futebol alemão, argumentam.

default

Emissoras pagam 295 milhões de euros para transmitir os jogos

As negociações para o contrato da temporada 2006/2007 começarão em poucas semanas e os clubes da Bundesliga e da 2ª Liga já deram seu recado às emissoras de televisão: querem receber mais do que os atuais 295 milhões de euros pagos pelo direitos de transmissão dos jogos. O presidente do Bayern de Munique, Karl-Heinz Rummenigge, pediu pelo menos 500 milhões de euros. O Bayern foi o campeão da temporada deste ano.

Para o próximo ano, os clubes esperam melhorar sua situação financeira arrecadando mais e gastando menos. O contrato com as televisões é determinante para essa melhora, concluiu uma pesquisa feita pela consultoria Ernst & Young com 17 dirigentes de clubes das duas divisões alemães.

Concorrência de ingleses, italianos e franceses

Os baixos números do atual contrato – na comparação com campeonatos de outros países – poderão pôr em risco a qualidade do futebol disputado em território alemão, argumentam os clubes. Caso os valores sejam mantidos, a Bundesliga poderia não suportar a concorrência de campeonatos com mais dinheiro.

Bayern München Deutscher Meister

Bayern de Munique, campeão alemão de 2005

Para comparação: a primeira divisão do futebol inglês recebe mais de 710 milhões de euros por temporada. Os clubes italianos e franceses, 550 milhões. Segundo projeções de especialistas, o próximo campeão italiano embolsará 111 milhões de euros somente com direitos de transmissão dos jogos pela televisão. Já o campeão alemão terá de se contentar com 16 milhões de euros.

Televisão paga não faz sucesso

Segundo a Ernst & Young, o principal motivo para os comparativamente baixos valores pagos pelos direitos de transmissão de jogos na Alemanha é a pequena penetração da televisão paga no país. A possibilidade de ver compactos na televisão aberta logo após as partidas diminui a atratividade das transmissões ao vivo da televisão paga.

"Melhoras significativas nos valores pagos a partir de 1º de julho de 2006 somente serão possíveis por meio da televisão paga", afirma o auditor econômico Arnd Hovemann, da Ernst & Young. "Os telespectadores alemães deverão mudar seus hábitos." Para Hovemann, a opção pela televisão paga seria compensada com uma melhora na qualidade do futebol exibido.

Solidariedade ou concorrência

Bundesliga 32. Spieltag Hertha BSC Berlin gegen VfL Wolfsburg

Jogo entre Hertha Berlim e Wolfsburg válido pela Bundesliga

Ainda que os valores pagos pelos direitos de transmissão dos jogos sejam reajustados no próximo contrato, os clubes de ponta da Alemanha não receberiam o mesmo que os principais clubes de outros países europeus. O motivo é a divisão dos recursos de forma igualitária. "A Bundesliga deve decidir se deseja manter os seus princípios de solidariedade ou a competitividade dos seus clubes de ponta no cenário europeu. As duas coisas ao mesmo tempo, é praticamente impossível", afirma Hovemann.

O Bayern de Munique é um dos principais defensores da tese de que os clubes de mais sucesso devem receber fatias maiores na divisão dos recursos oriundos da televisão.

Apesar da briga com as televisões, a pesquisa da Ernst & Young mostrou que os dirigentes estão satisfeitos com o fechamento das contas da atual temporada. Quase dois terços do cartolas classificou sua situação como boa ou muito boa. E 53% esperam mais dinheiro nos cofres na próxima temporada. Os principais motivos para o otimismo são o aumento das verbas de patrocínio e a publicidade.

Leia mais