1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Brinquedos tradicionais faturam mais que os eletrônicos

A 53ª Feira Internacional de Brinquedos, em Nurembergue, apresenta 60 mil novidades. A China lidera o mercado e os fabricantes alemães defendem sua parcela graças à alta qualidade de seus produtos.

default

"Pipos": as novas bonecas na Feira do Brinquedo em Nurembergue

Embora a Feira Internacional de Brinquedos, inaugurada na quinta-feira (31) em Nurembergue, tenha como público alvo as crianças, não são elas e sim adultos e comerciantes que avaliam os trenzinhos, bonecas e jogos eletrônicos, as novidades trazidas por 2800 expositores de 54 países. São esses 55 mil visitantes esperados até o dia 5 de fevereiro que definem o que estará nas prateleiras das lojas e dos quartos das crianças.

Em 2001, o faturamento do setor de brinquedos praticamente estagnou em relação ao ano anterior, totalizando 3,19 bilhões de euros. As vendas não foram boas durante o ano, embora o Natal demonstrasse que, mesmo em tempos de conjuntura fraca, os alemães não economizam com os presentes de fim de ano.

Eletrônica perdeu para a tradição - Enquanto o setor de videogames diminuiu seu faturamento em 5% para 705 milhões de euros no ano passado, os brinquedos tradicionais aumentaram em 1%, atingindo um faturamento de 2,48 milhões de euros. Trenzinhos, muitos deles para colecionadores, e jogos de tabuleiro foram os itens de maior sucesso. Isso demonstra um dos lados do mercado: certos brinquedos permanecem, por mais que os tempos mudem.

Harry Potter não vendeu - O outro aspecto é o rápido desgaste das modas. Se no mundo dos brinquedos a garotada adora novidades e hoje ninguém mais quer saber do que ontem era o "máximo", nada mais difícil para as firmas do que prever o que vai "pegar" e o que vai sobrar nas prateleiras. Harry Potter é um bom exemplo disso. Certas do sucesso, todas as firmas incluíram em seus sortimentos do ano passado artigos relacionados com o aprendiz de feiticeiro que conquistou o mundo. A magia, porém, deu errado e as vendas foram fracas. Este ano, há 60 mil novidades completas ou variações e versões modernas de brinquedos já lançados em anos anteriores.

Leia mais