Bremen e Schalke não querem Diego e Rafinha nas Olimpíadas | Leia notícias sobre o maior evento esportivo do planeta | DW | 08.07.2008
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Jogos Olímpicos

Bremen e Schalke não querem Diego e Rafinha nas Olimpíadas

Schalke diz que não vai liberar Rafinha para disputar Jogos Olímpicos de Pequim. Werder Bremen não quer ceder Diego, mas decisão será tomada apenas quando o jogador se reapresentar ao clube.

default

Diego é um dos principais jogadores do Werder Bremen, que não quer ceder o meia

As convocações do lateral Rafinha, do Schalke, e do meia Diego, do Werder Bremen, para disputar os Jogos Olímpicos de Pequim desagradaram as direções dos dois clubes alemães. Rafinha, Diego e o zagueiro Breno, do Bayern de Munique, fazem parte da lista de 18 jogadores divulgada nesta segunda-feira (07/07) pelo técnico Dunga.

O Schalke já informou que não vai liberar Rafinha. Nesta terça-feira, o clube alemão voltou a argumentar que a Fifa não obriga os clubes a liberar os jogadores e que a equipe precisa do lateral brasileiro para a disputa da pré-eliminatória da Liga dos Campeões, em agosto.

Rafinha - Schalke 04

Rafinha gostaria de ir a Pequim, mas o Schalke não deixa

"Se o Schalke disser que eu devo ficar, eu fico", comentou o lateral ainda antes da convocação, após ter dito que gostaria de participar dos Jogos.

O caso de Diego será resolvido apenas em 14 de julho, quando o jogador se apresentar ao Werder Bremen, mas o diretor esportivo Klaus Allofs afirmou que não pretende liberar o meia. O argumento é o mesmo do Schalke: a Fifa não obriga.

Bayern libera Breno

Em entrevista à DW-WORLD.DE em fevereiro passado, Diego disse que gostaria de participar dos Jogos Olímpicos. "Quero muito, tenho idade olímpica, mas ainda não há nada certo", declarou.

O caso de Breno é o mais simples, já que o Bayern não pretende complicar a liberação do zagueiro. O diretor esportivo Uli Hoeness vetou Lúcio e Demichelis, mas concorda com as participações de Breno e do argentino José Ernesto Sosa nos Jogos Olímpicos.

O Brasil está no Grupo C e fará sua estréia em 7 de agosto, contra a Bélgica. No dia 10, a seleção brasileira jogará contra a Nova Zelândia e, no dia 13, enfrentará a anfitriã China. O Brasil nunca conquistou a medalha de ouro olímpica.

Leia mais