1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Brasil

Brasileiros têm participação recorde na Anuga 2007

O Brasil está representado por 146 empresas na Anuga, a mais importante feira de alimentos do mundo, na cidade alemã de Colônia. Expositores recebem a visita do ministro brasileiro da Agricultura, Reinhold Stephanes.

default

Brasil na Anuga: divulgação até na estação central de Colônia

Entre os 95 países participantes da maior feira mundial do setor de alimentos está o Brasil, que neste ano traz o slogan "One country, Many flavours!" (Um país, muitos sabores!). A Anuga é realizada a cada dois anos no pavilhão de exposições Koelnmesse, de Colônia. Para esta 29ª edição do evento, que vai de 13 a 17 de outubro, 6.607 expositores estão reunidos numa área de 304 mil m², esperando a visita de 160 mil pessoas.

A participação de empresas estrangeiras totaliza 83% dos expositores. Depois da Alemanha, que tem a presença de 1.098 empresas, a maior participação é da Itália, China e Espanha. O Brasil aparece em 10º lugar na lista, dividindo o ranking com a Tailândia, que também trouxe 146 empresas expositoras.

Grande parte dos brasileiros vem com o auxílio da APEX-Brasil (Agência de Promoção de Exportações e Investimentos), ligada ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Mas também outras empresas maiores participam da feira com estandes próprios. Alguns empresários vêm para ganhar novos mercados, outros para firmar as parcerias já existentes e também para mostrar a estrutura e organização da empresa ou apenas para conhecer as novidades.

Segundo o responsável brasileiro da Koelnmesse, Lauri Müller, a Anuga possui a maior participação de brasileiros em feiras no exterior. Para ele, além de a Alemanha ser conhecida como o país das feiras, a Anuga propicia o que uma boa feira deve ter: "grande concentração da oferta mundial no menor espaço de tempo possível". Em conseqüência da feira de 2005, as 100 empresas brasileiras participantes geraram US$ 343 milhões em negócios.

Potencial brasileiro em diversas áreas

Anuga 2007 Köln Brasilien Minister

Reinhold Stephanes, ministro da Agricultura, visita estandes brasileiros na abertura da feira

Em entrevista à DW-WORLD, o ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, afirmou, ao visitar os empresários brasileiros no primeiro dia da feira, que "o Brasil é um país que tem todas as condições naturais e tem um agricultor eficiente. Então tem uma vantagem competitiva muito grande".

Neste ano, os setores brasileiros presentes são, entre outros, os da carne bovina, de frango, carne suína, café, vinhos, cachaça, frutas, polpas e sucos, produtos orgânicos, chocolates, grãos e cereais.

A Confederação das Indústrias Agroalimentares da União Européia (CIAA) informa que o parceiro comercial mais importante da UE, em termos de importações, é o Brasil, seguido por Argentina, EUA e China.

"O Brasil está se consolidando como o maior país exportador agrícola. Nós somos o primeiro país em exportação de grãos, o primeiro em exportação de carnes, também em exportação de café, açúcar e etanol. E estamos crescendo muito. Só neste ano, já aumentamos nossas exportações em 20%", afirma o ministro Stephanes. Segundo dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, o Brasil exportou US$ 73,2 bilhões no primeiro semestre de 2007, um valor recorde para o período.

Febre aftosa e gripe aviária são coisas do passado

Logo após a Anuga 2005, quando foi confirmado um foco de febre aftosa no Mato Grosso do Sul, a União Européia e mais cinco países (Chile, Paraguai, África do Sul, Israel e Rússia) impuseram embargo à compra de carne brasileira. O ministro da Agricultura declarou que desde esse episódio não houve mais focos e tudo está sob controle. E a proteção das fronteiras, que segundo o ministro era o problema do país, está sendo feita. "A gente espera que nada aconteça, agora se vier a acontecer, estamos estruturados para, com muita rapidez, identificar e eliminar o problema", afirma Stephanes.

Para mostrar na prática as qualidades da carne brasileira, a Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes (Abiec) montou a churrascaria Barbacoa, que servirá 900 Kg de carne e 4 mil caipirinhas durante os cinco dias do evento.

No entanto, durante um almoço oferecido à imprensa internacional, o presidente da Abiec, Marcus Vinícius Pratini de Moraes, afirmou que o Brasil é muito mais do que caipirinha e churrasco. "O país conta com modernas técnicas de criação, investimentos em produção e rígido monitoramento de sanidade animal – principal visto de entrada nos mercados mundiais", declarou Pratini de Moraes.

O setor de frango também mostra que o país está recuperado do impacto sofrido em 2006 com a gripe aviária. "Até o final do ano, esperávamos atingir o nível de crescimento de 2005, mas já batemos todos os recordes", comemora o diretor executivo da Associação Brasileira dos Produtores e Exportadores de Frangos (Abef), Christian Lohbauer.

Em outra área da Koelmesse, os produtores de vinho também comemoram. No primeiro semestre de 2007, o crescimento das exportações foi de 58% em relação ao mesmo período de 2006. Mas nem todas as empresas participantes querem aumentar o volume de vendas.

É o caso da Gabriela, cachaçaria familiar do interior paulista. A própria jovem que dá nome à marca e que está na feira divulgando o produto orgânico afirma que o crescimento demasiado nas vendas afetaria o processo artesanal de produção.

Novidades da Anuga 2007

Anuga 2007 Köln Caipirinha Brasilien

Jovem belga prepara caipirinha em um dos estandes de bebidas brasileiras

O Brasil já pertence hoje aos cinco maiores países produtores de produtos orgânicos. O faturamento do setor deve atingir US$ 250 milhões neste ano, sendo que aproximadamente 70% deste total é gerado pelas exportações. Devido ao grande potencial de crescimento desta área no mundo todo, a Anuga oferece, a partir desta edição, um novo setor: Anuga Organic. No total, 252 empresas participam e o Brasil também está representado.

Ao todo, a Anuga é dividida em dez setores temáticos: Anuga Fine Food, Drinks, Chilled Food, Meat, Frozen Food, Dairy, Bread & Bakery and Hot Beverages, Organic, CateringTec e RetailTec.

Leia mais