1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Brasileiros perdem dois pênaltis, fazem dois gols a favor e um contra

Graças aos gols, na direção certa, de Marcelo Bordon e Aílton, e do esforço de Marcelinho Paraíba, não dá para dizer que a rodada alemã foi catastrófica para os representantes do futebol tetracampeão mundial.

Bundesliga Logo

O reinício do Campeonato Alemão não foi dos melhores para os jogadores brasileiros. A maior parte decepcionou na 19ª rodada da Bundesliga. Considerado pela revista Kicker como o melhor jogador do primeiro turno, o zagueiro Marcelo Bordon destacou-se novamente e foi o único brasileiro eleito, pelo semanário, para a seleção da semana.

"Como quase sempre, Bordon mostrou-se um bom organizador da defesa, forte nas jogadas, nas disputas homem a homem e nas cabeçadas. De quebra, ainda marcou um gol", considerou a redação da publicação esportiva. O ex-jogador do São Paulo foi o melhor da partida entre Stuttgart e Hamburgo (3x0).

Apesar da derrota de seu Hertha Berlim (3x1), Marcelinho Paraíba também teve seu bom desempenho contra o Borussia Dortmund reconhecido. "Sobretudo Marcelinho trazia perigo, sozinho. Seus lançamentos à área, porém, ficavam sem conclusão", relatou a Kicker. O gol de honra do Hertha (Neuendorf) nasceu dos pés do brasileiro. Do lado do Borussia, o ala esquerda Dede recebeu igualmente boa nota.

Os demais brasileiros ganharam apenas avaliações regulares ou ruins. Nem mesmo Aílton escapou. O atacante abriu o placar para o Werder Bremen em Cottbus, mas seu time acabou perdendo para o Energie (2x1).

Vexames – Triste mesmo foram os papelões de outros três. Após entrar no recesso de inverno comemorando ter sido eleito para a seleção da rodada pela primeira vez na temporada, Marcelo Pletsch (Borussia Mönchengladbach) voltou acertando o gol errado, abrindo o caminho da vitória do adversário, o Kaiserslautern (2x0). Ossos do ofício de zagueiro.

O atacante Paulo Rink (Nürnberg) não teve melhor sorte. O paranaense cobrou um pênalti para fora, desperdiçando a chance de diminuir o placar de 2 a 0 contra o Freiburg.

Já Éwerthon cavou uma penalidade máxima e escapou do cartão amarelo, mas, na hora da cobrança, o atacante fraquejou, bateu fraco e permitiu a defesa do goleiro reserva do Hertha, Fiedler. Ao contrário de Pletsch e Rink, Éwerthon ao menos não precisa se sentir culpado pelo resultado final de seu time. O Borussia venceu (3x1).

Campeonato Alemão 2001/2002 (Bundesliga)

Artilharia após a 19ª rodada

  • 10 gols – Amoroso (Borussia Dortmund), Ballack (Bayer Leverkusen) e Pizarro (Bayern de Munique)
  • 9 gols – Maric (Wolfsburg) e Neuville (Bayer Leverkusen)
  • 8 gols – Aílton (Werder Bremen) e Élber (Bayern de Munique)
  • 7 gols – Marcelinho Paraíba (Hertha Berlim), Max (1860 Munique), Klose (Kaiserslautern) e Kirsten (Bayer Leverkusen)
  • 6 gols – Éwerthon (Borussia Dortmund), Lincoln (Kaiserslautern) e outros
  • 5 gols – Róbson Ponte (Wolfsburg) e outros
  • 3 gols – Lúcio (Bayer Leverkusen), Vragel da Silva (Energie Cottbus) e outros
  • 2 gols – Marcelo Bordon (Stuttgart), Cacau (Nürnberg), Zé Roberto (Bayer Leverkusen), Marcão (St. Pauli), Paulo Sérgio (Bayern de Munique) e outros
  • 1 gol – Ratinho (Kaiserslautern), Kuranyi, Adhemar (ambos Stuttgart) e Brasília (Energie Cottbus) e outros
  • 1 gol contra – Marcelo Pletsch (Borussia Dortmund) e outros

    Artilheiros dos últimos campeonatos:

    • 2000/2001 – Sand (Schalke) e Barbarez (Hamburgo): 22 gols
    • 1999/2000 – Max (1860 Munique): 19 gols
    • 1998/1999 – Preetz (Hertha Berlim): 23 gols

Leia mais