1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

"Brasileiros do Oriente" não assustam alemães

Apesar de ostentar a maior média de gols das Eliminatórias da Copa do Mundo (3,36 por jogo), a Arábia Saudita não tira o sono da Seleção Alemã. "Só depende de nós. Os sauditas são muito habilidosos com a bola, mas nós levamos vantagem no físico e no fôlego", disse o treinador Rudi Völler, ao avaliar o que espera da partida de estréia de sua equipe contra os chamados "brasileiros do Oriente", que surpreenderam ao classificarem-se às oitavas-de-final na Copa de 1994, nos EUA.

Outros técnicos alemães com passagem pelo futebol do Golfo Pérsico também apontam pontos fracos do adversário. "Seu jogo é muito influenciado pela emoção. Se conseguem um gol, a motivação cresce enormemente. Por outro lado, fatos negativos os enfraquecem", garante Uli Maslo, que já trabalhou no Bahrain e no Catar. Já Wolfgang Rolff aponta o fraco jogo aéreo dos árabes como vantagem para os alemães. Mas Berti Vogts, que dirigiu a Alemanha na última copa e recentemente o Kuwait, adverte que, por outro lado, eles se fecham com até oito homens na defesa, apostando nos contra-ataques. (mw)

Leia mais