1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Brasil

Brasileiros causam revolução demográfica na pequena Gort

Que é fácil achar brasileiros em qualquer parte do mundo, isso se sabe. Agora, chama atenção uma situação particular. Em uma pequena cidade irlandesa de quase 3 mil habitantes, aproximadamente mil vêm do Brasil.

default

Pacata Gort é lar de cerca de mil brasileiros

Gort Inse Guaire, ou simplesmente Gort, é lar de brasileiros que trabalham em frigoríficos. A cidade fica localizada no sul do condado de Galway, no oeste irlandês. Em 1999, um aviário local solicitou ao governo do país permissões de trabalho e contratou um número de pessoas de Vila Fabril, perto da cidade de Anápolis, no Estado brasileiro de Goiás.

Um pouco depois, foi a vez da empresa exportadora de carnes Seán Duffy fazer o mesmo e empregar seis brasileiros da mesma região. Os trabalhadores imigrantes, especializados em lidar com carne, eram muito mal pagos no Brasil e todos ex-funcionários de uma fábrica que recentemente havia fechado as portas.

Muitos foram para a Irlanda com a intenção de trabalhar duro por alguns anos e economizar dinheiro para poder levar uma vida mais tranqüila no retorno a Goiás. Os que deixaram a família no Brasil, hoje já contam com seus familiares ao seu lado. É por isso que, em sete anos, a cidade registrou uma revolução demográfica. Hoje, do total da população, de 25% a 30% são brasileiros.

Adaptação

St. Colman's Parish

Na igreja, as missas são rezadas em inglês e português

No início, os imigrantes mal falavam inglês. Mas os que permanecem na cidade já dominam bem o idioma. Enquanto a maioria dos brasileiros na cidade se casaram entre si, cresce o número de uniões entre pessoas das duas nacionalidades.

Vindos de locais como Anápolis ou São Paulo, eles prezam em Gort a tranqüilidade e segurança de uma vida rural. Na fábrica de Duffy, grande parte dos funcionários são brasileiros e tudo no local aparece escrito tanto em inglês quanto em português. Seán Duffy considera os brasileiros confiáveis e competentes.

A congregação Assembléia de Deus já estabeleceu uma igreja na cidade, enquanto que, para a comunidade católica, as missas de domingo são rezadas nos dois idiomas. Além disso, todo verão, a cidade celebra o carnaval e durante a Copa do Mundo deste ano o verde-amarelo tomou conta das ruas e dos pubs. Aliás, o time de futebol local naturalmente se beneficiou com a imigração, contando com talentos brasileiros.

Não é nem um pouco difícil de se encontrar lojas de produtos típicos brasileiros. Sem contar os restaurantes, com a vasta culinária do país sul-americano, e o famoso prato do arroz com feijão.